sábado, 29 de novembro de 2008

EVANGELHO DO DIA/ Fonte Paulinas

Ano B - Dia: 30/11/2008



O dia e a hora

Mc 13,33-37

Vigiem e fiquem alertas, pois vocês não sabem quando chegará a hora. Será como um homem que sai de casa e viaja para longe; mas, antes de ir, dá ordens, distribui o trabalho entre os empregados e manda o porteiro ficar de vigia. Então vigiem, pois vocês não sabem quando o dono da casa vai voltar; se será à tarde, ou à meia-noite, ou de madrugada, ou de manhã. Se ele chegar de repente, que não encontre vocês dormindo! O que eu lhes digo digo a todos: fiquem vigiando!

Comentário do Evangelho

Vigiai!

O ano litúrgico, da Igreja, se antecipa ao ano civil. Com o Advento, que se inicia neste domingo, começa o ciclo litúrgico que durante as cinqüenta e duas semanas do ano refaz a trajetória da vida de Jesus e das comunidades que formam a Igreja. Com a expectativa do nascimento de Jesus inicia-se o ano litúrgico.
Nas celebrações eucarísticas, dominicais e feriais, se faz a releitura dos evangelhos e demais textos bíblicos ao longo do ano. As principais festas e os tempos litúrgicos se sucedem, recapitulando-se a vida de Jesus, aproximadamente em ordem cronológica. A liturgia do início e do fim do ano litúrgico destaca alguns textos no estilo escatológico, descritivo dos últimos tempos. Na perspectiva escatológica "tempo" (kairós) não é tomado como sucessão cronológica mas significa "ocasião", "oportunidade", "momento" (cf. Ecl 3,1-8). O próprio Marcos já registra no início de seu evangelho a proclamação de Jesus: "O tempo já se cumpriu" (Mc 1,15). Já se vive os últimos tempos. É o tempo do amor e da paz, é o momento do encontro com Jesus. A tônica do Advento é a vigilância para o reconhecimento de Jesus de Nazaré, o Filho de Deus, entre nós. Os evangelhos deixam transparecer que os próprios discípulos que conviveram com Jesus, marcados pela cultura e religião da época, foram lentos em compreende-lo. Os que permanecem dormindo não reconhecem o tempo de Jesus que vem ao seu encontro. O mundo em que vivemos é envolvido por uma onda ideológica e eletromagnética que, como uma rede, mantém retidos a muitos em suas malhas. Onda de falsos valores em torno do "ficar rico", individualizando as pessoas e desprezando os pobres e pequeninos. Esses falsos valores são amplamente divulgados pelas ondas eletromagnéticas das TV's que atravessam todas as paredes, e pela mídia em geral. O desrespeito à dignidade humana gera a onda crescente de violência. Estar vigilantes é escapar das malhas dos poderosos deste mundo e reconhecer e aderir à mensagem libertadora e vivificante de Jesus que vem ao nosso encontro. É comprometer-se, alegres, com a prática da justiça, conforme os caminhos de Deus (primeira leitura). O ano que desponta é o tempo da construção do mundo novo possível, pois é fiel o Deus que nos chama para realizar tal sonho (segunda leitura).


Oração
Senhor Jesus, que eu esteja vigilante à tua espera, para ser encontrado perseverante no amor e cheio de esperança de ser acolhido por ti.


Leitura
Is 63,16b-17.19b; 64,2b-7
1Cor 1,3-9



Salmo
Salmo 80(79)
Senhor, faze brilhar o teu rosto e seremos salvos.

Nenhum comentário: