terça-feira, 2 de dezembro de 2008

Ano B - Dia: 02/12/2008



A alegria de Jesus

Lc 10,21-24

Naquele momento, pelo poder do Espírito Santo, Jesus ficou muito alegre e disse:
- Ó Pai, Senhor do céu e da terra, eu te agradeço porque tens mostrado às pessoas sem instrução aquilo que escondeste dos sábios e dos instruídos. Sim, ó Pai, tu tiveste prazer em fazer isso.
- O meu Pai me deu todas as coisas. Ninguém sabe quem é o Filho, a não ser o Pai; e ninguém sabe quem é o Pai, a não ser o Filho e também aqueles a quem o Filho quiser mostrar quem o Pai é.
Então Jesus virou-se para os discípulos e disse só para eles:
- Felizes são as pessoas que podem ver o que vocês estão vendo! Eu afirmo a vocês que muitos profetas e reis gostariam de ter visto o que vocês estão vendo, mas não puderam; e gostariam de ter ouvido o que vocês estão ouvindo, mas não ouviram.

Comentário do Evangelho
O Pai revela-se aos pequeninos

Lucas reúne aqui dois textos da tradição sobre Jesus, que circulavam nas primeiras comunidades. O primeiro é a exultação de Jesus pela revelação acolhida pelos pequeninos, e o segundo é a bem-aventurança dos que recebem esta revelação. Esta exultação de Jesus, em Lucas, se dá quando os setenta e dois discípulos retornam alegres pelo sucesso obtido na missão na Samaria (cf. 4 out). Os sábios e entendidos, na sua auto-suficiência, não se deixam tocar por Jesus. O Pai revela-se aos pequeninos, aos pobres e excluídos, que são vitimados por uma sociedade elitista e excludente. Neles a palavra de Jesus encontra terreno fértil e dá frutos. Não se encontra Deus por meio de compêndios teológicos, por meio de doutrinas ou de observâncias religiosas. Chega-se à comunhão de vida com Deus no seguimento de Jesus em sua prática libertadora, amorosa e vivificante, pois ele é o Filho único que a todos dá a vida eterna. Alcança-se, assim, a bem-aventurança da filiação divina.

Oração
Pai, dá-me um coração de pobre disposto a acolher a revelação de teu Filho Jesus que tu me fazes. Que eu tenha a felicidade de reconhecê-lo, com a ajuda de tua graça.

Leitura
Is 11,1-10

Salmo
Salmo 72(71)
Aos pobres do seu povo fará justiça.


Nenhum comentário: