quinta-feira, 4 de dezembro de 2008

EVANGELHO DO DIA/ Fonte Paulinas

Ano B - Dia: 04/12/2008



Quem entra no Reino do Céu

Mt 7,21.24-27

- Não é toda pessoa que me chama de "Senhor, Senhor" que entrará no Reino do Céu, mas somente quem faz a vontade do meu Pai, que está no céu.
- Quem ouve esses meus ensinamentos e vive de acordo com eles é como um homem sábio que construiu a sua casa na rocha. Caiu a chuva, vieram as enchentes, e o vento soprou com força contra aquela casa. Porém ela não caiu porque havia sido construída na rocha.
- Quem ouve esses meus ensinamentos e não vive de acordo com eles é como um homem sem juízo que construiu a sua casa na areia. Caiu a chuva, vieram as enchentes, e o vento soprou com força contra aquela casa. Ela caiu e ficou totalmente destruída.

Comentário do Evangelho

Os alicerces

Ouvir as palavras de Jesus e pô-las em prática, é o núcleo desta parábola dos dois homens. Os evangelhos também nos narram a própria prática de Jesus, que diz muito, é modelo para os discípulos, em todos os tempos. Em tudo que Jesus disse e fez, ele estava cumprindo a vontade do Pai. E a vontade do Pai é que todos tenham vida em abundância, usufruindo dos bens da criação, eliminando-se as cercas e os muros que protegem as minorias privilegiadas e relegam as maiorias ao empobrecimento e à exclusão.
O homem insensato constrói sua vida sobre a areia, seguindo as propostas sedutoras e falsas da sociedade de mercado e consumo, obedecendo aos interesses de lucro dos poderosos desde mundo. O homem sensato constrói sua vida sobre a rocha, praticando a palavra de Deus. Em comunhão com a vontade do Pai, coloca-se a serviço da vida. Forma comunidade com seus irmãos, solidariza-se com os pobres, fracos e excluídos, e revela ao mundo o amor misericordioso de Jesus e do Pai.

Oração
Pai, livra-me de reduzir minha adesão a Jesus a mero palavreado. Ajuda-me a transformar os ensinamentos dele em norma de vida. Assim estarei fazendo a tua vontade.

Leitura
Is 26,1-6

Salmo
Salmo 118(117)
O Senhor está comigo, é meu auxílio.




Nenhum comentário: