terça-feira, 28 de abril de 2009

9º Romaria das CEBs à Aparecida


9º Romaria das CEBs à Aparecida

por Elpidio e Lurdinha última modificação 28/04/2009 09:19

A Equipe da Colegiada Estadual das CEBs - Sul 1 acolhe os(as) Romeiros(as) em Aparecida e conta a história dos Intereclesiais.


D. Mauricio celebra com as CEBs de São Paulo no Santuário de Aparecida

A todos e todas que aqui foram para a 9º romaria das CEBs e marcaram presença com as sub-regiões do Estado de São Paulo, e com toda a dificuldade da viagem, em que muitos viajaram a noite, mas estão sempre firmes com sua presença nesta luta da romaria das CEBs.

Muito nos alegra a calorosa visita na casa da nossa querida mãe que de braços aberto nos acolhe, com muito amor e carinho de mãe.

Nesse tempo em que todos e todas somos convocados a nos fazermos discípulos e discípulas, missionários e missionárias de Jesus Cristo, para que n’Ele nossos povos tenham vida, reafirmamos nossa convicção de que as CEBs continuam sendo o lugar indispensável e privilegiado para a vivência de todos os projetos de vida e fé.

À luz do tema do 12º Intereclesial, CEBs, Ecologia e Missão e o lema do ventre da terra, o grito que vem da Amazônia, na realidade amazônica. Refletimos sobre, “ terra sem males para homens sem terra.”

“Finalmente a Igreja da América Latina recupera seu rosto”.

“As Comunidades Eclesiais de Base demonstram seu compromisso evangelizador e missionário entre os mais simples e afastados, e são expressão visível da opção preferencial pelos pobres.

São fonte e semente de variados serviços e ministérios a favor da vida na sociedade. Com a mãe Aparecida reafirmamos que a paixão pela pessoa de Jesus Cristo, caminho, verdade e vida, nos mobiliza na luta a favor da vida humana, da natureza, do Planeta e do Univérso.

A mística evangélica nos convida a contemplar toda a Criação como obra divina. É oportuno para as CEBs que se preparam para o 12º Intereclesial na região amazônica, uma pastoral de conjunto com prioridades, para criar um modelo de desenvolvimento que privilegie os pobres e sirva o bem comum.

“ Rumo a Igreja de Porto Velho, acreditamos que “Jesus ouviu o clamor do seu povo e armou sua tenda na Amazônia.”

Na História das romaria já somos o nono de muitos que ainda virão , que marca a nossa bandeira de luta,para refletirmos o quanto é de grande importância , Refletimos o quanto é urgente nos dedicarmos, todos e todas na questão da ecologia, a terra mãe grita em defesa da vida. sabemos que a questão ecológica é uma questão social, política e cultural ainda é tempo , não podemos ficarmos no ver e julgar ,temos que agir , e rápido ainda a tempo.

Pensando que vem por ai o 12º intereclesial das CEBs resolvemos estar apresentando a Memória dos Intereclesiais.

1º Intereclesial

Aconteceu na cidade de Vitória, Espirito Santo, de 06 a 08 de Janeiro de 1975, com tema:

UMA IGREJA QUE NASCE DO POVO

PELO ESPIRITO DE DEUS


Dele participaram 70 pessoas, representantes de 11 Dioceses. Enfatizou a importância da participação.

2º Intereclesial

Também realizado na cidade de Vitória, Espírito Santo de 29 de julho a 1º de agosto de 1976 ,com o tema:

IGREJA POVO QUE CAMINHA


Contou com 100 participantes. No processo de nova consciência sócio-eclesial, o 2º intereclesial favoreceu a compreenção de que a fé não pode ser separada da vida e que a Palavra de Deus revela-se igualmente na história do povo.

3º Intereclesial

Foi em João Pessoa, Paraíba, de 19 a 23 de julho de 1978,com o tema:

IGREJA, POVO QUE SE LIBERTA


Dele participaram 200 pessoas. Em relação aos encontros anteriores, houve uma significativa mudança no de João Pessoa .Grande parte da assembléia era constituída de gente simples.

Assessores e bispos colocavam-se no lugar de ouvintes da palavra dos pobres e pequenos ,de sua história e paixão ,de seus sonhos e esperanças.

4º Intereclesial

Aconteceu em Itaici, São Paulo, de 20 a 24 de abril de 1981, com o tema:

IGREJA, POVO OPRIMIDO

QUE SE ORGANIZAPARA A LIBERTAÇÃO


300 pesoas estavam presentes. Ficou muito claro no encontro que as CEBs ,em razão de sua inscrição religiosa,não podem se transformar em células partidárias, porém, elas não devem deixar de lado a educação política.

As CEBs devem ser o lugar de vivência,aprofundamento e celebração da fé, mas também o lugar onde se comfrontam vida e prática com a palavra de DEUS, no sentido de se verificar a coerência da ação política com o plano de DEUS.

5º Intereclesial

Foi em Canindé, Ceará, de 4 a 8 de julho de 1983,com o tema:

IGREJA, POVO UNIDO

SEMENTE DE UMA NOVA SOCIEDADE


Contou com 500 participantes, inclusive com representantes de outros paises da América Latina.

A reflexão central do encontro foi que, na luta por uma nova sociedade, as CEBs encontram na motivação evangélica a razão última de todo o seu empenho .

6º Intereclesial

Aconteceu em Trindade, Goiás, de 21 a 25 de julho de 1986, com o tema:

CEBs, POVO DE DEUS

EM BUSCA DA TERRA PROMETIDA


Contou com 1647 participantes ,incluindo representantes dos povos indígenas e de igrejas Evangélicas.

O que marca este Encontro são as temáticas que surgiram do seu aprofundamento e reflexão: a questão do estatuto eclesiológico das CEBs; a questão das CEBs e a política partidária;a especificidade da luta das mulheres, Negros e Índios, a questão latino-americana e o ecumenismo.

7º Intereclesial

Foi em Duque de Caxias, Rio de Janeiro, 10 a 14 de julho de 1989, com o tema:

POVO DE DEUS NA AMÉRICA LATINA

A CAMINHO DA LIBERTAÇÃO


Foram 2500 pessoas que dele participaram. A temática geral do encontro foi subdividida em três questões especificas: a situação da américa latina; a relação entre fé e libertação; a eclesialidade das CEBs e a dimensão ecumênica.

8º Intereclesial

Aconteceu em Santa Maria, Rio Grande do Sul de 08 a 12 de setembro de 1992, com o tema:

POVO DE DEUS RENASCENDO

DAS CULTURAS OPRIMIDAS


2.800 pessoas estavam presentes neste encontro. Cada bloco ficou encarregado de um tema : Índios,negros,migrantes,trabalhadores e mulheres .esta esperiencia inovadora de evangelização a partir dos povos e culturas oprimidas não ocorreu sem momentos de forte dificuldade e tensão.

Segundo a expressão do documento final: “ Tudo que é novo nasce com dor de parto, mas também traz alegria.” Sobretudo do bloco dos negros e das mulheres vieram as reivindicações mais contundentes.

9º Intereclesial

Aconteceu em São Luiz, Maranhão de 15 a 19 de Julho de 1997, com o tema:

CEBs, VIDA E ESPERANÇA NAS MASSAS


Contou com 2.800 participantes. O Tema foi subdividido em seis eixos, formando a base do trabalho nos blocos temáticos.

São eles: CEBs e catolicismo popular; CEBs excluídos e movimento popular; CEBs e religiões afros; CEBs e pentecostalismo; CEBs e cultura de massa; CEBs e a questão indigena.

10º Intereclesial

Foi em Ilhéus, Bahia de 11 a 15 de Julho de 2000, com o tema:

CEBs, POVO DE DEUS

2000 ANOS DE CAMINHADA


Dele participaram 3036 pessoas. Ali recordou –se o sonho de Jesus e a vida de comunidade assumida pelo seus seguidores de hotem e hoje. O encontro celebrou e avaliou os 500 anos de evangelização no Brasil e os 25 anos dos intereclesiais, através das temáticas:

CEBs Memória e Caminhada; sonho e compromisso.

Tudo isso para celebrar, festejar, avaliar e abrir novos horizontes para que um dia possamos colher os frutos da justiça, da partilha, da igualdade, da ternura, do carinho e da festa.

11º Intereclesial

Aconteceu em Ipatinga Minas Gerais de 19 a 23 de Julho de 2005 participaram 3.600 pessoas neste encontro, que abordou o tema:

CEBs, ESPIRITUALIDADE LIBERTADORA
SEGUIR JESUS NO COMPROMISSO COM OS EXCLUIDOS


O encontro foi feito a partir de seis eixo temático, que se subdividiu em seis temas especificos; CEBs e a espiritualidade Libertadora; CEBs, a dignidade humana e promoção da cidadania; CEBs e a formação de um novo sujeito; CEBs e a construção de um outro mundo possível; CEBs e a via campesina; CEBs e a educação libertadora.

12º Intereclesial

A Arquidiocese de Porto Velho (Rondônia) sediará o 12° Encontro dos representantes das Comunidades Eclesiais de Base (12° Intereclesial) nos dias 21 a 25 de julho de 2009, na cidade de Porto Velho,capital do Estado do Rondônia, com o tema:

CEBs, ECOLOGIA E MISSÃO

DO VENTRE DA TERRA, O GRITO QUE VEM DA AMAZONIA





Elpidio e Lurdinha
Sub-Regional RPII e SUB-Regional Botucatu
Membros da Equipe da Colegiada Estadual

Nenhum comentário: