sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

CNBB pede agilidade na aprovação do Projeto Ficha Limpa para barrar corrupção na política




CNBB pede agilidade na aprovação do Projeto Ficha Limpa para barrar corrupção na política

A CNBB defendeu, durante coletiva de imprensa nesta sexta-feira, 11, a urgente aprovação do projeto Ficha Limpa como um dos caminhos para colocar fim à corrupção na política. O projeto, que já recolheu mais 1,5 milhão de assinaturas, impede a candidatura de pessoas condenadas em primeira instância por crimes graves. As assinaturas foram entregues ao presidente da Câmara, Michel Temer, no dia 29 de setembro e ainda não entrou na pauta da Casa.

 “Acredito no alcance do projeto Ficha Limpa assim como a lei 9.840, que já cassou 630 políticos. O Ficha Limpa pode colaborar da mesma forma” disse o secretário geral da CNBB, dom Dimas Lara Barbosa. “O projeto já cumpriu sua parte de educar e mobilizar a população, falta agora o Congresso cumprir a sua parte”, acrescentou.

A CNBB falou também das denúncias de corrupção no Governo do Distrito Federal. “Queremos que haja apuração rigorosa, rápida e transparente”, disse o presidente da CNBB, dom Geraldo Lyrio Rocha. “Se as denúncias forem comprovadas, não haverá outra saída para o governador. As imagens são eloqüentes e o processo precisa seguir o ritual da justiça assegurando a todos o amplo direito de defesa”, observou.

Fonte CNBB



Nenhum comentário: