sábado, 5 de dezembro de 2009

Missão Ad Gentes é tema de assembleia do Conselho Missionário em São Paulo




Missão Ad Gentis e tema de assembleia do Conselho Missionário em São Paulo

“Resgatar a memória para fortalecer a identidade e assumir a Missão”. Com esse objetivo o Comire – Conselho Missionário Regional do estado de São Paulo realizou de 27 a 29 de novembro, na sede da Obra dos Cenáculos Missionários, Região Lapa em São Paulo a sua Assembleia anual. Após um momento de oração, o coordenador do Comire Sul 1, Robson Luiz Ferreira, abriu o encontro agradecendo a presença dos 35 participantes. Dom José Maria Pinheiro, bispo emérito de Bragança Paulista e presidente do Comire Sul 1 da CNBB, enviou carta justificando a sua ausência por se encontrar em Roma para a visita ad limina.

Robson Ferreira apresentou o resultado parcial de uma pesquisa sobre os 30 anos do Comire no Regional, ressaltando momentos significativos da caminhada e pessoas que a compuseram. A explanação evidenciou a importância do legado histórico para fortalecer a identidade dos Conselhos Missionários. Robson Ferreira solicitou contribuições para completar as informações, agradecendo aos envolvidos nesse resgate. O coordenador falou ainda sobre a necessidade de atualização para enfrentar os “atuais desafios no interior da Igreja animando-a para a missão Ad Gentes”, concluiu.

O padre Jaime Carlos Patias refletiu a respeito da identidade do Comire salientando que “isso é fundamental para dar originalidade e unidade no caminho a seguir”. Falando sobre a Missão, padre Patias sugeriu que os coordenadores dos Conselhos estudassem bem os documentos sobre a temática, como o Documento de Aparecida, as Diretrizes da Ação Evangelizadora da CNBB, bem como a estrutura da Igreja forjada no Concílio Vaticano II, como Povo de Deus para tornar as paróquias missionárias.

A Assembleia recebeu a vista de dom Odilo Pedro Scherer, cardeal arcebispo de São Paulo e de seu auxiliar, dom João Mamede Filho. Dom Odilo falou da visita ad limina que os bispos do Regional realizaram recentemente a Roma, encontrando-se com o Papa no dia 19 de novembro. “Percebemos que o apelo missionário vem para toda a América Latina, a própria Europa está pedindo missionários. Portanto, a nossa Igreja no Continente é chamada a ser cada vez mais missionária conforme pede o Documento de Aparecida e o projeto da Missão Continental”, afirmou dom Odilo convidando os presentes a abraçar o projeto no âmbito local e Ad Gentes, com suas iniciativas concretas. Segundo o cardeal, “as comunidades devem ter consciência de que não podemos somente nos conservar e por isso o discipulado deve ser vivido com a dimensão missionária. A Igreja não existe para cuidar de si. As comunidades católicas existem para a Missão além delas. Isso exige uma atitude nova”, concluiu dom Odilo que manifestou seu contentamento em ver o Comire traçando seu plano de ação.

Fonte: CNBB

sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

CNBB lamenta morte de dom Estêvão



e

O secretário geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) divulgou, no início da noite, uma nota lamentando o falecimento do bispo emérito de Uberlândia (MG), dom Estêvão Cardoso de Avelar, ocorrido na madrugada desta quinta-feira, 3, aos 92 anos.

Segundo dom Dimas, a memória de dom Estêvão "ficará indelevelmente presente entre nós através do fecundo pastoreio que dedicou às Igrejas particulares de Marabá , Santíssima Conceição do Araguaia e Uberlândia.

Confira, abaixo, a íntegra da nota.



Nota de  pesar  pelo  falecimento  de Dom Estêvão Cardoso de Avelar

“As almas dos justos estão na mão de Deus” (Sb 3,1)

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) recebeu com pesar a notícia do falecimento de Dom Estevão Cardoso de Avelar, OP, bispo emérito da diocese de Uberlândia - MG, ocorrido na madrugada de hoje 03 de dezembro de 2009, aos 92 anos de idade.

Louvamos e agradecemos a Deus por sua longa vida a serviço do Reino. Sua memória ficará indelevelmente presente entre nós através do fecundo pastoreio que dedicou às Igrejas particulares de Marabá (1971-1976), Santíssima Conceição do Araguaia (1976-1978) e Uberlândia (1978-1992).

Nesta hora de tristeza, anima-nos a certeza da promessa do Cristo que disse: “Quem crê em mim, ainda que tenha morrido, viverá” (Jo 11,25). Firmados nesta verdade, apresentamos nossos sentimentos de pesar e dor a Dom Paulo Francisco Machado, bispo de Uberlândia, aos familiares de Dom Estevão e às dioceses que serviu, agraciadas por tão grande pastor que agora descansa no Senhor.


Brasília, 03 de dezembro de 2009




Dom Dimas Lara Barbosa
Bispo Auxiliar do Rio de Janeiro
Secretário Geral da CNBB


Fonte: CNBB

Lançado concurso para letra do hino da CF 2011





A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) está lançando o concurso para a letra do hino da Campanha da Fraternidade 2011. O hino será escolhido em duas etapas: Na primeira, será feita a escolha da letra, com prazo de entrega das composições até dia 01 de dezembro de 2009; na segunda, será feito o concurso para a música, até abril de 2010.

A Campanha da Fraternidade 2011 tem como tema: “Fraternidade e a vida no planeta”, e o lema é: “A criação geme em dores de parto” (Rm 8,22).

Contribuir para o aprofundamento do debate e busca de caminhos de superação dos problemas ambientais provocados pelo aquecimento global e seus impactos sobre as condições da vida no planeta é o objetivo geral da campanha.

“A CNBB solicita a colaboração de todos os poetas para a criação de um texto belo e profundo que possa servir de hino para a Campanha da Fraternidade de 2011”, afirmou o assessor da CNBB para a Música Litúrgica, padre José Carlos Sala.

“Ser missionário é viver a Missão 24 horas”




Assembleia do Conselho Missionário fortalece a Igreja em São Paulo

“Resgatar a memória para fortalecer a identidade e assumir a Missão”. Com esse objetivo o Comire – Conselho Missionário Regional do Estado de São Paulo, realizou de 27 a 29 de novembro, na sede da Obra dos Cenáculos Missionários, Região Lapa em São Paulo a sua Assembleia anual. Após um momento de oração, o coordenador do Comire Sul 1, Robson Luiz Ferreira, abriu o encontro agradecendo a presença dos 35 participantes. Dom José Maria Pinheiro, bispo emérito de Bragança Paulista e presidente do Comire Sul 1 da CNBB, enviou carta justificando a sua ausência por se encontrar em Roma para a visita ad limina.
Para resgatar a memória, Robson Ferreira apresentou o resultado parcial de uma pesquisa sobre os 30 anos do Comire no Regional, ressaltando momentos significativos da caminhada e pessoas que a compuseram. A explanação evidenciou a importância do legado histórico para fortalecer a identidade dos Conselhos Missionários. Robson Ferreira solicitou contribuições para completar as informações, agradecendo aos envolvidos nesse resgate. O coordenador falou ainda sobre a necessidade de atualização para enfrentar os “atuais desafios no interior da Igreja animando-a para a missão Ad Gentes”, concluiu.
Em sua intervenção, padre Jaime Carlos Patias, imc, refletiu sobre a identidade do Comire salientando que “isso é fundamental para dar originalidade e unidade no caminho a seguir”. Falando sobre a Missão, padre Jaime Patias sugeriu que os coordenadores dos Conselhos estudassem bem os documentos sobre a temática, como o Documento de Aparecida, as Diretrizes da Ação Evangelizadora da CNBB, bem como a estrutura da Igreja forjada no Concílio Vaticano II, como Povo de Deus para tornar as paróquias missionárias. “Por isso a importância dos Comipas - Conselhos Missionários Paroquiais”, afirmou, lembrando que “a paróquia como temos hoje foi estruturada ao longo de oito séculos sendo difícil imaginar uma Igreja organizada de outra forma. Contudo, o documento de Aparecida indica caminhos para uma paróquia missionária", disse. De acordo com o padre Jaime, entrando em contato com o nosso íntimo e recordando o compromisso batismal é possível definir a identidade e a finalidade do Comire que é “manter acesa nas comunidades a chama da Missão além-fronteiras”.
Entre as atividades apresentadas em Plenário, Tiago Scalco, coordenador da Juventude Missionária (JM) do Regional, apresentou uma análise sobre as ações desenvolvidas ao longo de 2009, entre elas, o encontro de formação e os intercâmbios missionários realizados. Tiago representa a juventude na Equipe Executiva do Comire.
Em grupos de trabalhos, os participantes da Assembleia avaliaram as atividades do ano e traçaram os objetivos e atividades. Durante plenário coordenado pela Irmã Cláudia da comunidade missionária de Villaregia, foi definido o plano de ação para 2010/2011 com fundamentação, objetivo geral e específicos, estratégias e o cronograma de atividades. Os principais eixos de ação escolhidos foram a articulação, a animação e a formação.
Domingo pela manhã a Assemblea recebeu a vista de dom Odilo Pedro Scherer, cardeal arcebispo de São Paulo e de seu auxiliar, dom João Mamede Filho. Dom Odilo falou da visita ad limina que os bispos do Regional realizaram recentemente em Roma, encontrando-se com o Papa no dia 19 de novembro. “Percebemos que o apelo missionário vem para toda a América Latina, a própria Europa está pedindo missionários. Portanto, a nossa Igreja no Continente é chamada a ser cada vez mais missionária conforme pede o Documento de Aparecida e o projeto da Missão Continental”, afirmou dom Odilo convidando os presentes a abraçar o projeto no âmbito local e Ad Gentes, com suas iniciativas concretas. Segundo o cardeal, “as comunidades devem ter consciência de que não podemos somente nos conservar e por isso o discipulado deve ser vivido com a dimensão missionária. A Igreja não existe para cuidar de si. As comunidades católicas existem para a Missão além delas. Isso exige uma atitude nova”, concluiu dom Odilo que manifestou seu contentamento em ver o Comire traçando seu plano de ação. O arcebispo deixou a sua contribuição: por ocasião da Campanha Missionária realizada no mês de outubro, promover uma jornada reunindo todas as forças missionárias da Arquidiocese para mostrar as atividades.
Na sua intervenção dom Mamede lembrou uma passagem do Apóstolo Paulo “A nossa salvação está mais perto do que quando abraçamos a fé. Assim acontece com vocês que estão preocupados com a Missão”, disse o bispo destacando que a Missão é de Deus. “Se a Igreja não der conta da Missão, então as pedras falarão”, acrescentou dom Mamede e desejou que o calor do encontro contagiasse todas as dioceses.
Nádia Maria, coordenadora da Infância e Adolescência Missionária (IAM) no Estado de São Paulo, apresentou um breve relatório das atividades destacando a 2ª Mobilização Regional em favor das crianças de Maúa, em Moçambique, o Encontro Estadual de formação para coordenadores diocesanos, realizado no mês de abril e a 6ª Assembleia Regional da IAM, que aconteceu em novembro. A IAM é uma das quatro Obras Pontifícias e foi fundada na França, em 1943 chegando ao Brasil em 1858. Está presente em mais de 30 das 44 dioceses do Estado de São Paulo. “Ser missionário é viver a Missão 24 horas!”, finalizou Nádia que fez um apelo para uma maior articulação da IAM nas dioceses.
Uma missa presidida pelo padre Giovanni Murazzo, superior provincial dos missionários Xaverianos, encerrou a Assemblea no domingo (29).

Comunicação do Comire Sul 1.

texto enviado por e-mail pela redação da revista Missões
Foto Cecília paiva

quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

REFLEXÃO DO DIA: 5a FEIRA – 03 de dezembro






Mt 7, 21.24-27

Somente quem faz a vontade do Pai que está nos céus irá participar plenamente do seu Reino. Jesus veio até nós para nos revelar quem é o Pai, assim como a sua vontade, para que, a partir do seu conhecimento, pudéssemos praticá-la e participar conscientemente do Reino. Por isso, todos os que desejam a vida eterna devem fundamentar a sua existência na palavra de Jesus e procurar viver segundo os valores que ele pregou no Evangelho, colocando em prática a vontade do Pai, que Jesus, ao se fazer homem e vir ao mundo, revelou para todos nós.

quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

CEBs de São José dos Campos ressoam o grito da Amazônia

02/12/2009 | Karla Maria

A Diocese de São José dos Campos, realizou no último domingo (29/11) o XXI Encontro Celebrativo da CEBs, na Comunidade São João Batista da paróquia São Vicente. O tema trabalhado foi: CEBs: " Caminhar juntos pelo Reino, fazendo ressoar em nossa diocese o grito que vem da Amazônia".
O Encontro foi o momento de partfoto de Bernadete Motta CEBs se reunem em São José dos Campos ilhar as reflexões do 12° Intereclesial das CEBs, realizado em julho deste ano em Porto Velho - RO, e de receber formação quanto à organização das CEBs de São José dos Campos. Padre Ronildo Aparecido Rosa, assessor das comunidades na diocese, reforçou a necessidade de que cada comunidade coloque em prática os gestos concretos em defesa do meio ambiente. Falou ainda sobre o sentido da missão das Comunidades Eclesiais de Base. Mais de 700 pessoas marcaram presença no Encontro e em sintonia com as manifestações culturais do XII Intereclesial, de Porto Velho-RO, entraram em contato com o artesanato e criatividades local: colchas no varal, cartazes e faixas.
Destaque para o teatro, apresentado pelos jovens da Paróquia Perpétuo Socorro, na apresentação os jovens trabalharam a questão ecológica, a preservação da terra e das águas, e a forma de como a natureza responde quando agredida.
A Celebração Eucarística, segundo os participantes do Encontro, levou-os a reconhecer as deficiências humanas, a falta de partilha e omissão diante da degradação do meio ambiente. Depois do almoço, o momento de descontração, com muita dança e músicas. Bernadete Motta, da equipe de Comunicação das CEBs de São José dos Campos, destaca que o Encontro foi um momento bom de partilha. "Quem não foi perdeu, agora fica o desafio de prevalecer estes momentos bons que experimentamos e fazer com que eles aconteçam em nossas comunidades por todo o ano de 2010", finalizou.
Fonte: Revista Missões

terça-feira, 1 de dezembro de 2009

Padre Eduardo e Padre Marcelo, desejam a todas (os) delegadas (os) das CEBs do estado de São Paulo, um Feliz natal e abençoado 2010.



Fonte: CEBs Sul 1

Novo ccordenador diocesano das CEBs - Diocese de São José dos Campos - SP

Participantes do Encontro Celebrativo das CEBs 2009

Celebração Eucaristica do encontro Celebrativo das CEBs 2009

Animação - encontro Celebrativo das CEBs

Pe. Afonso no Encontro Celebrativo das CEBs 2009

1ª Vela do Advento

ENCONTRO CELEBRATIVO DAS CEBs “ FESTA DA PARTILHA”



Aconteceu  a festa;  domingo 29/11,  foi sem dúvida um grande encontro estiveram presentes mais de 700 pessoas  de várias comunidades paroquiais de nossa diocese. Ao chegar pudemos observar que o placo e o ambiente estava com a simbologia de acordo com o tema, que por sinal muito bonito e muito bom gosto, sobre a responsabilidade da RP 5 e a medida que outras comunidades iam chegando estendiam  suas colchas no varal, seus cartazes e suas faixas. Fomos chamados a fazer lembrança do que esperávamos neste XXI Encontro, abrir o coração e a mente, agradecer a Deus por tudo, refletir sobre a necessidade de sermos solidários, no sofrimento do outro, nas questões ambientais de zelar pelo jardim de Deus, mas também muito importante de fazer a experiência do encontro de estarmos juntos, toda a diocese fazendo comunhão,  com  a certeza que Deus  nos ouviu, pois  tudo transcorreu  de forma bem harmoniosa.


 
Iniciamos o dia com a celebração  conduzida pela RPs. 6 e 7 participada por todos, os cânticos muito bem colocados, até a chuva  fina  ajudou o momento reflexivo como uma benção da natureza, o silêncio quando precisou ser feito foi observado o que ajudou a aprofundarmos os nossos sentidos na beleza da oração e nela Deus presente.
Em seguida Pe. Ronildo falou sobre o Tema do nosso encontro  : CEBs: “ Caminhar juntos pelo Reino, fazendo ressoar em nossa diocese o grito que vem da Amazônia” Falou sobre o 12º Intereclesial das questões ambientais e que devemos colocar em prática em nossas comunidades, o sentido da missão, a organização de nossas comunidades  e o agradecimento a todos os que ajudaram para que a festa pudesse acontecer.    
O teatro foi uma grande surpresa pela motivação dos jovens da Paróquia Perpétuo Socorro  que apresentaram em sua  mensagem  a questão ecológica, quanto  a preservação da terra e das águas, e a forma como a natureza responde quando agredida. A nosso ver deveria ser apresentada em outras comunidades . Excelente!
A Celebração Eucaristica, momento de louvar a Deus e agradecer pelas maravilhas que realiza em nós, lembrar também de nossas deficiências  do que  ainda não conseguimos colocar em prática, celebrar a vida e partilha. A organização da Liturgia  ficou com as RPs 3 e 4, foi muito participativa, presidida por Pe. Ronildo , os cantos sobre responsabilidade do grupo Seguidores de Jesus da paróquia S.José Operário de Jacareí.   
Almoço, tão esperado chegou, o pessoal estava ancioso a fila como não poderia deixar de acontecer estava quilométrica, mas em um ambiente de muita descontração, foi servido primeiro as pessoas que tem atendimento preferencial e correu dentro do que se esperava. A equipe que conduziu, o nosso agradecimento  pelo carinho , podemos afirmar que o churrasco e todos os alimentos servidos  tinham o tempero do amor .
Momento de descontração, pessoal dançando, grupo do Serginho da paróquia Coração Eucaristico de Jesus  animando , Hamiltom sorteando, a coordenação agradecendo a todos e muito especialmente à Comunidade de São João Batista da paróquia S.Vicente que nos acolheu..
É isso! Quem não foi perdeu, agora fica o desafio de prevalecer estes momentos bons que experimentamos e fazer com que eles aconteçam em nossas comunidades por todo o ano de 2010.
Equipe de Comunicação das CEBs  

Teatro - Encontro Celebrativo das CEBs

Teatro - Encontro Celebrativo 2009 (parte 1) 



Teatro - Encontro Celebrativo 2009 (parte 2)

Dia Mundial de luta contra a AIDS


Nossos valores religiosos nos levam a defender a dignidade humana e a reconhecer toda pessoa como à imagem de Deus. Chama-nos a uma ação de amor e compaixão, especialmente com aqueles que são mais vulneráveis e marginalizados na sociedade. Nosso desafio é defender os direitos humanos e lutar contra o preconceito. Este ano, nossa ação esta baseada na luz do lema: VIVER COM AIDS É POSSÍVEL, COM PRECONCEITO NÃO! Buscaremos como gesto concreto mostrar que o beijo no rosto não é motivo de contaminação, e sim, um ato de amor que chama o portador para refletirmos a vida e não a morte. 

Todos nós estamos vulneráveis ao HIV, portanto, somos responsáveis pela busca de orientações para que, além de estarmos nos protegendo, possamos ser multiplicadores de informações que impeçam a expansão do vírus através da prevenção do cuidado, apoiando e acolhendo as pessoas que vivem e convivem com HIV/AIDS. Dessa forma, estaremos combatendo esta epidemia que continua a crescer.

 É tarefa de todos e de cada um, nas suas comunidades, trabalhar para eliminar o estigma, a discriminação, as raízes que causam a vulnerabilidade à infecção do HIV e lutar por uma sociedade mais humana e justa para todos.

No dia 1º de dezembro, nosso presidente padre Raimundo Nonato, estará celebrando uma missa em ação de graças às 12 horas na Igreja Matriz, centro de São José dos Campos e logo após estaremos fazendo um trabalho de conscientização contra o preconceito em frente à Igreja Matriz.

fonte: site da diocese de SJCampos 


Dados sobre a Aids:

Hoje na sede da CNBB: “Seminário Ficha Limpa em Questão”




Hoje, às 14h, o Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral (MCCE) realiza o seminário “Ficha Limpa em Questão – para discutir é preciso conhecer”. Entre os participantes, estará o diretor da secretaria executiva do MCCE, Carlos Alves Moura; o jurista e ex-presidente do Conselho Federal da OAB, Marcello Lavenère; e o secretário geral da CNBB, dom Dimas Lara Barbosa.

 Além deles, irá compor a mesa de debates e falará sobre a veiculação e abordagem da Campanha pela mídia, o jornalista Rudolfo Lago, editor executivo do site Congresso em Foco.

O evento é realizado na sede da CNBB, com o objetivo de discutir e esclarecer o conteúdo do Projeto de Lei da Ficha Limpa e seus pontos mais polêmicos. O seminário será destinado aos parlamentares e a jornalistas convidados.

“Queremos esclarecer principalmente os pontos que geram mais polêmica no Projeto. A intenção é que tanto parlamentares quanto jornalistas conheçam e entendam bem o texto da proposta para poderem falar e discutir sobre ela”, diz a secretária executiva do MCCE, Cristiane Vasconcelos.

O projeto com 1,3 milhão de assinaturas da Campanha Ficha Limpa foi entregue ao presidente da Câmara dos Deputados, Michel Temer no dia 29 de setembro. Participaram da ocasião integrantes do MCCE e parlamentares da Câmara e do Senado Federal.

Para pressionar a votação e aprovação do Projeto no Congresso, o MCCE prepara uma grande mobilização da Câmara dos Deputados, no dia 9 de dezembro. Nesta data se comemora o Dia Mundial de Combate à Corrupção. Na ocasião, serão entregues mais assinaturas do Projeto de Lei de iniciativa popular que ainda chegam diariamente ao escritório do MCCE.

Confirmações de presença no Seminário pelo telefone: (61) 2193-9746 ou pelo e-mail comunicacaomcce@gmail.com.

segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Explicando sobre a novena de natal - Encontro Celebrativo das CEBs 2009

Reflexão sobre as CEBs - Assessor diocesano Pe. Ronildo (parte II)

Reflexão sobre as CEBs - Assessor diocesano Pe. Ronildo (parte 1)

Oração inicial - Encontro Celebrativo das CEBs 2009

Romaria da Esperança - memória do Companheiro Zé Martins - Encontro Celebrativo das CEBs

Pastoral da Juventude no Encontro Celebrativo das CEBs 2009

Acolhida das Paróquias - encontro Celebrativo das CEBs 2009

Jovens lançam campanha contra o extermínio durante o encontro de fé e política


em 30/11/2009

Campanha contra o extermínio dos jovensJovens de todo Brasil participaram, no sábado, 28, do ato de lançamento da campanha nacional contra a violência e o extermínio de jovens. O ato aconteceu durante o 7º Encontro Nacional do Movimento Fé e Política, na cidade de Ipatinga, a 220 Km de Belo Horizonte. 

A Campanha é promovida pelas Pastorais da Juventude do Brasil (Pastoral da Juventude, Pastoral da Juventude Estudantil, Pastoral da Juventude Rural e Pastoral da Juventude do Meio Popular), com o apoio do Setor Juventude da CNBB e do Fundo Nacional de Solidariedade. A iniciativa é uma ação articulada por diversas organizações para levar a toda a sociedade o debate sobre as diversas formas de violência contra a juventude, através de ações de formação política, ações de massa e divulgação e intervenções de monitoramento da mídia contra a violação de direitos humanos.

Segundo a secretária nacional da Pastoral da Juventude Estudantil (PJE), Tábata Silveira, a escolha do mês de novembro para o lançamento é uma forma de denunciar o aumento do número de mortes de jovens negros, bem como propor uma articulação das várias organizações que militam na linha do Movimento Fé e Política.

No próximo ano várias iniciativas são previstas pela campanha, como a realização de seminários estaduais e marchas locais no primeiro semestre e a construção de uma grande marcha nacional que está prevista para o segundo semestre de 2011.

Para saber mais sobre a campanha, entrar em contato pelo e-mail: contraaviolencia.pjb@gmail.com


Fonte: CNBB

Encontro de Fé e Política discute questão de “Gênero, Raça e Religião”

29/11/2009 | Karla Maria, de Ipatinga
O 7° Encontro Nacional de Fé e Política, que acontece em Ipatinga, MG, reservou a tarde de sábado (28/11) para a realização de plenárias temáticas com destaque para a de tema: "Gênero, Raça e Religião", que aconteceu na Câmara Municipal e apontou questões latentes na sociedade e na Igreja como o racismo e o sexismo.
Com a participação de mais de cem pessoas, em sua maioria mulheres negras, a plenária contou com as assessorias de Maria Emilia da Silva e Iradj Roberto Eghari, ambos militantes, ligados à Defesa dos Direitos Humanos.
Em sua explanação, Maria Emilia, missionária, ex-religiosa, negra de sorriso largo, falou do sonho da sociedade igualitária, e que para conquistá-la é necessário uma outra sociedade: a pluriétnica, porque a sociedade uniética monopoliza Deus. Reforçou que espaços de debate, como o Encontro de Fé e Política, são propícios para pensar novas teologias que possam criar novos papeis da mulher e do negro(a) na Igreja.
Os participantes da Plenária, vindos dos estados de Bahia, Espírito Santo, Mato Grosso, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul, denunciaram que dentro da Igreja Católica, diferente de outras denominações, os elementos da cultura afro ainda não foram aceitos e respeitados e que a mulher é colocada em segundo plano. "A organização religiosa só pode ser possível com a liberdade de expressão. Nos quilombos, em Palmares, já havia esta liberdade, o domínio do pensar político e religioso. Ali eles procuravam integrar os elementos da religião católica com a cultura quilombola, eles já entendiam como normal e natural o sacerdócio casado, o sacerdócio feminino. Era um espaço onde negros, índios e brancos gestavam o Brasil. Uma simbiose lingüística, sem discriminação planejada", afirmou Maria Emília.
Para Iradj Roberto, bahai, filho de iraniano, perseguido pelo governo do Irã é imperativo mudar a ordem social e vê as religiões como instrumentos para tal. ‘Todas as religiões norteiam o caminho, com base no fato, de que a alma humana desconhece raça", afirmou Iradji. "O racismo é um dos males mais persistentes da humanidade, um mal que impede que uma enorme parcela da humanidade revele seu potencial como ser humano", concluiu.
Da plenária surge uma voz, direto da Diocese de Nova Iguaçu, no Rio de Janeiro. Seu nome é Sonia, 40 anos, católica: "Nós negros sofremos muito dentro da igreja católica, o discurso é de irmão, mas nós sofremos demais dentro desta estrutura. O cotidiano nos remete a um retrocesso. Continuo à margem do processo de evolução da história", desabafou ao som dos aplausos.
A Plenária: Gênero, Raça e Religião", foi uma das 20 plenárias, que compõem a Programação do 7° Encontro Nacional de Fé e Política, que encerra-se hoje (29/11), após envio Ecumênico.
Fonte: Revista Missões

Vídeo do Encontro Celebrativo das CEBs, que aconteceu no dia 29/11/2009