quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

Dom Luiz Soares e irmã Delci Franzen participam de campanha sobre mudanças climáticas na Alemanha


 
 
Dom Luiz Soares VieiraO vice-presidente da CNBB, dom Luiz Soares Vieira e a assessora da Comissão Episcopal Pastoral para o Serviço da Caridade, da Justiça e da Paz,  irmã Delci Franzen, participaram no domingo, 21, da abertura da Campanha Quaresmal da Misereor, durante uma celebração eucarística transmitida por sinal de TV para todo o país, da cidade de  Münster. Com o tema, “Preservar a Criação de Deus para que todos possam Viver“, a entidade católica alemã Misereor faz a relação entre a preservação da criação e o combate à pobreza. A Campanha focaliza a mudança climática e chama a atenção em especial para alguns aspectos do suprimento mundial de energia.
Além do Brasil, participam da Campanha, representantes da Índia, África e da Ásia, comprometidos com projetos de desenvolvimento entre a população empobrecida, a mais afetada e vulnerável às mudanças de clima. “A segurança alimentar dos habitantes das zonas subtropicais estão fortemente ameaçadas. A mudança climática mina os direitos à existência dos 2,5 bilhões de pessoas em todo o mundo que vivem diretamente da agricultura” , disse Dr. Josef Sayer, diretor da Misereor.
Ir. Delci  FranzenO texto-base da Campanha relata a experiência do projeto para o desenvolvimento rural integrado para a proteção do homem e da natureza na diocese de Marabá, no estado do Pará. Apresenta como destaque a frase de uma pessoa que integra o projeto: “Cada motoserra que destrói a nossa mata, cada usina que represa os nossos rios, nos tira um pedaço de vida”.
A Campanha prossegue nas dioceses, paróquias, escolas e organizações da sociedade civil da Alemanha, especialmente com conferências, debates e encontros do povo com os representantes dos diversos países relatando as experiências relacionadas com projetos apoiados pela Misereor. Este contato direto entre pessoas de diversos países visa fortalecer a solidariedade e a cooperação internacional e a consciência coletiva na responsabilidade de todos em relação à preservação da criação para esta e as futuras gerações.
Dom Luiz e Irmã Delci, que já estão há uma semana em visita às paróquias e devem continuar os contatos com as comunidades e o poder público até os dias 8 e 9 de março, quando retornam ao Brasil em plena Campanha da Fraternidade Ecumênica sobre Economia e Vida. A celebração dos 50 anos de ordenação presbiteral de dom Luiz, junto ao povo alemão e distante de sua diocese de Manaus, foi considerado um gesto profético em relação a globalização da solidariedade, anunciada por  João o Paulo II como caminho para a nova evangelização.

Nenhum comentário: