quinta-feira, 11 de março de 2010

Ano Sacerdotal - “Fidelidade de Cristo, fidelidade do Sacerdote”

*De  Pe. . Geraldinho

SACERDÓCIO UMA VOCAÇÃO
Caros amigos e amigas!

É com muita alegria que partilho um pouco de minha história a todos que vivem esta alegria de pertencer às CEBs, especialmente neste ano sacerdotal.
Venho de uma família numerosa, como tantas de nosso Brasil. Sou o sétimo filho de oito irmãos. Desde cedo todos nós trabalhamos com as coisas da roça para ajudar nossos pais: tirar leite, cuidar do gado, dos porcos, da lavoura... Desde criança sempre tinha uma tarefa para cada um, conforme a idade e a força. Aos filhos menores sempre coube a tarefa de cuidar do gado: ajudar a tirar o leite, ajuntar o alimento das vacas, separar os bezerros e, ao final da tarde, trazê-los de volta para o curral. Na época da colheita do arroz, do milho e do feijão era um grande mutirão onde todos participavam. Fazíamos tudo isso sem deixar nossos estudos.
Nossa vida de fé (religiosa) era muito ativa: éramos fiéis às missas, participávamos das novenas, festas... aliás, o acontecimento mais importante da semana era a missa e em casa sempre rezávamos o terço. Foi neste ambiente que floresceu a minha vocação.
No ano de 1980, a convite de um amigo e ainda com 13 anos, fomos à Taubaté onde fizemos o encontro e reencontro vocacional e ao final daquele ano recebíamos o convite para entrar no seminário, o que aconteceu no dia 06 de fevereiro de 1981.
No Seminário Diocesano de Taubaté, conclui o 1º  grau e fiz o Colegial. Foram cinco anos muito especiais. Em 1986 e 1987, fiz a filosofia em Jacareí, no Cenáculo Santa Terezinha, tendo como reitor o Frei Vitório. Foi uma experiência marcante. Em 1988, retornei à  Taubaté, agora para morar na Residência Teológica Pe. Rodolfo e cursar a teologia no Conventinho, tendo como reitor e formador o querido Monsenhor Antônio e Castro. Foram quatro anos que muito me ajudaram na maturidade.
Em agosto de 1991, fui ordenado diácono na Igreja de S. Sebastião (Vila Industrial) e, em 01/02/1992, fui ordenado padre em São Francisco Xavier.
Como seminarista, atendi nas paróquias: São João Batista (Bairro Nova Jacareí); Paróquia Imaculada Conceição (Parque Meia Lua) e Paróquia São Sebastião (Vila Industrial).
Minha primeira experiência como padre foi na Paróquia Santa Rita de Cássia, especialmente na região do Putim, hoje Paróquia de Santa Luzia. Nove meses depois, assumi a Paróquia Coração de Jesus,  a qual sou profundamente grato, onde permaneci por 16 anos. 16 anos muito fecundos!
No ano de 2009, fui transferido para a Paróquia Santa Cecília, onde atualmente estou. Nesta tenho feito uma bonita experiência de Deus no meio de um povo muito devoto e fiel.

*Pe. Geraldo Alves da Silva – Pároco da Paróquia Santa Cecília - Jacareí

Um comentário:

Lá Vem o Trem das CEBs... disse...

Fonte: informativo das CEBs"Lá vem o trem das CEBs..." do mês de março