quinta-feira, 17 de junho de 2010

Convite da ordenação Diaconal dos Seminaristas Fabiano Cleber e Luciano

 

Seminaristas Fabiano e Luciano serão ordenados Diáconos 17/06/2010 No dia 25 junho, às 19h30, os seminaristas Fabiano Kleber Cavalcanti e Luciano Barbosa serão ordenados diáconos na Paróquia São José Operário, em São José dos Campos. Confira entrevista com o seminarista Fabiano. Como foi sua caminhada Pastoral antes do seminário? Minha caminhada pastoral na igreja, como membro efetivo mesmo, foi iniciada entre 1989-1990, no grupo de jovens São Francisco de Assis, na capela São João Bosco, hoje Paróquia Maria Auxiliadora dos Cristãos, no Parque Meia Lua - Jacareí. Fui me envolvendo aos poucos e ao mesmo tempo assumindo compromissos: Coordenação de grupo; monitor de crisma, grupo de teatro, Pastoral litúrgica e Coordenação de CPP. E o Ano Pastoral? Atualmente estou na Paróquia São José Operário, na Vila Paiva, em São José dos Campos, vivendo está experiência do Ano Pastoral. Este é um tempo forte em nossa vida e nossa vocação, um tempo de refletir próximo ao rebanho sobre os desafios e as expectativas da missão almejada. Conte um pouco de sua história vocacional? Como foi a descoberta da sua vocação? Bem, minha vocação foi e está sendo moldada no decorrer da minha história existencial. Pois, antes, nunca me passou pela cabeça a idéia de ser Padre, nunca fui coroinha, mas freqüentava as missas aos domingos e dias Santos. E quando comecei a participar do grupo de jovens São Francisco do Assis, no Parque Meia Lua – Jacareí, e ao assumir outras responsabilidades na igreja, comecei a fazer os encontros vocacionais – DISPERTAR, na Diocese de São José dos Campos, e me questionava que poderia servir melhor e com mais empenho à igreja na qual abraça a fé com afinco e dedicação. Depois de fazer todos os retiros vocacionais entrei no Seminário em 1997, no Propedêutico, depois fui para a Filosofia, onde conclui o curso em 2000. Então, em dezembro deste ano – 2000, depois de uma reflexão e partilha com alguns padres, resolvi deixar o seminário e refletir melhor sobre minha vocação e missão na igreja e no mundo. Fiquei de 2001 até 2005 com a minha família, trabalhei, estudei, namorei e depois de uma experiência profunda com Deus resolvi deixar meus projetos de lado e retornar ao seminário para assumir o projeto de Deus na minha vida. E em 2006 fui para a Teologia, conclui o curso em 2009, e agora me sinto feliz e realizado naquilo que optei para minha vida e vocação. O que o motivou para ter escolhido o seu lema diaconal? O Lema escolhido é: “Se o preço dos nossos sonhos bons for a imolação de toda uma existência no altar da renúncia e da disponibilidade, conta conosco, Senhor!”. Este lema é fruto de uma reflexão que está no livro do Pe. Roque Schneider, Sj – “O Evangelho em nossa Vida”. Pois a partir do serviço prestado por tantos homens e mulheres que colocaram suas vidas na construção do Reino de Deus, querendo e desejando um mundo mais humano e mais divino, nós também desejamos entregar nossas vidas neste altar onde foram imoladas todas estas santas vidas. Como é estar na reta final, rumo ao sacerdócio? Como está sendo este momento, em preparação ao sacerdócio? Quais suas expectativas? Estou vivendo num tempo de expectativas e ao mesmo tempo de certezas. Expectativas para que tudo se realize da melhor maneira possível. E certezas, a partir da experiência vivida com o povo, que na concretude da vida nos ensinam e nos estimulam a vencer os desafios afirmando cada vez mais nossa fé em Deus. Cada dia tenho a certeza da minha missão, e cada dia que vivo com o povo fica mais claro e próximo o sonho de Deus para o mundo. Estas expectativas alimentam e fortalecem minha vocação e missão. Que mensagem você passaria para os jovens que se sentem chamados à vida sacerdotal? Trago para todos os jovens a mensagem de um homem pequenino em estatura, mas grande diante da humanidade e de Deus, Dom Helder Câmara, que viveu com intensidade e amor sua missão e seu Ministério Sacerdotal: “Jovem, aceita as surpresas que... transformam teus planos, dão rumo diverso ao teu dia e, quem sabe, à tua vida...”. Estas surpresas estiveram e estão presentes todos os dias da minha vida. O que mudou na sua vida após sua entrada no seminário? Depois que entrei no Seminário a primeira mudança aconteceu comigo mesmo. Comecei a ver as situações, atitudes e pensamentos a partir de um prisma diferente, pois estava me formando para ser um Padre, para pastorear um rebanho, então tinha que ter atitudes diferentes, pensamentos diferentes. E então, é natural que até o ciclo de amizades e de conhecimento se estenda para além da diocese. Foram construídas novas amizades, fortalecidas as já existentes, e até esquecidas algumas, mas é natural que isso aconteça. Comecei a escrever uma nova história, agora com mais pessoas, com novas situações, com mais expectativas, outras motivações e todas alimentadas pela Eucaristia e pela Palavra de Deus. Percebi que meus sonhos, também são o sonho de Deus, e que Ele sempre está nos ajudando a concretizar está este sonho, que também é o sonho da humanidade. fonte: site da diocese SJC

Nenhum comentário: