sexta-feira, 23 de julho de 2010

Pascom debate novas tecnologias da Comunicação

Abertura_Pascom
“Para fazer uma boa Pastoral da Comunicação não basta a tecnologia, mas, também sermos cristãos”. Com estas palavras, o arcebispo do Rio de Janeiro e presidente da Comissão Episcopal Pastoral para Cultura, Educação e Comunicação Social, dom Orani João Tempesta, abriu ontem, 21, o 2º Encontro Nacional de Comunicação da Pascom.
O evento, que acontece no subsolo do Santuário de Nossa Senhora Aparecida, em aparecida (SP), tem o objetivo de articular e motivar a Pastoral da Comunicação (Pascom), englobando as novas ferramentas tecnológicas.
Dom Orani  destacou o desafio de se fazer comunicação na Igreja. “Para nós há uma diferença essencial em se fazer comunicação. O desafio é ter por trás uma pessoa que tenha espiritualidade e fé. A técnica não disfarça isso”, disse.

O arcebispo disse que é preciso viver a unidade na pluralidade. “O desafio está na unidade pela pluralidade, trabalharmos juntos sem destruir o outro”, concluiu.
O encontro prossegue até sábado, 24, e reúne mais de 300 agentes da Pascom. A programação de hoje constou de dois painéis, um pela manhã e outro à tarde. Cada painel contou com a participação de três convidados. A programação da sexta-feira, 23, tem como destaque a entrega dos prêmios de comunicação da CNBB à noite. Durante o dia, serão realizados, simultaneamente, quatro seminários para os quais os agentes da Pascom se inscreveram.

Fonte: (CNBB com A12.com)

Nenhum comentário: