quinta-feira, 26 de agosto de 2010

Missão Continental

Dom Beni destaca a importância da Palavra de Deus, CEBs e

e Missão Continental

dom Benedito Beni dos SantosO bispo de Lorena (SP), dom Benedito Beni dos Santos fez uma avaliação da 48ª AG da CNBB. De acordo com ele, o principal ponto que merece destaque no encontro é a convivência dos bispos, que proporciona um debate saudável, fraterno e democrático durante dez dias.

“Nosso episcopado é o maior do mundo. Estamos este ano presentes na Assembleia com 313 bispos, entre os quais 27 eméritos. Esses dias representam para nós bispos momentos importantes de convivência marcados pela fraternidade e democracia. Debatemos temas difíceis, mas tudo ocorreu em um clima livre, onde todos puderam expor seus temas, que sempre foram aplaudidos”. Dom Beni destacou a singularidade da Assembleia dos Bispos como modelo de plenário a ser adotado em outras instâncias da sociedade. “A forma de debate na Assembleia dos bispos não acontece em nenhum lugar do mundo. Nossa Assembleia é um modelo de convivência democrático, que a CNBB dá a toda nação”, enfatizou.

Entre os temas discutidos durante os dez dias de Assembleia, o bispo de Lorena destacou a discussão central, “Discípulos e Servidores da Palavra de Deus e a Missão da Igreja no Mundo” – como “muito importante para a Igreja no Brasil”. Ele afirmou ainda que a temática, “complexa”, poderá ter continuidade na próxima Assembleia de 2011.
“O tema central sobre a Palavra de Deus é muito importante para nosso povo; a Palavra de Deus é uma forma indispensável de animação para toda a pastoral da Igreja. A Bíblia exerce muita atração sobre o povo porque ela encerra uma sabedoria. Ela ensina a viver e o homem a caminhar para Deus. Essa temática deve voltar a ser estudada pelos bispos na próxima Assembleia, por sua importância para a Igreja”, sublinhou. Dom Beni completou dizendo que a bíblia deve ser estudada como “alimento para as pastorais da Igreja”.

“As pastorais são um conjunto de ações práticas através das quais a boa nova se tornou uma realidade para as pessoas, para os doentes, e a juventude. A bíblia precisa ser a alma e o alimento das nossas pastorais. Esse tema ainda será desenvolvido na próxima Assembleia quando sairá a carta pós-sinodal sobre o destino da Palavra”.
A exortação sinodal ou carta pós-sinodal é um documento que o papa Bento XVI publicará contendo as resoluções do Sínodo dos Bispos sobre a Palavra de Deus, realizada em outubro de 2008.

CEBs
Fruto do Concílio Vaticano II, que encerrou em 1965, as Comunidades Eclesiais de Base (CEBs) também foram pontuadas por dom Beni como “modelo de Igreja baseada na comunhão".
“A Igreja não está organizada como democracia e ela não é democracia. Ela é comunhão e esse é um novo modo da Igreja educar as pessoas na sociedade. Essa é uma das contribuições que a Igreja pode dar à sociedade, levando o aspecto comunitário. A Igreja organizada no modelo das CEBs é indispensável para dar um novo impulso às comunidades de base, que são tão numerosas na Igreja”.

Missão Continental
Dom Beni também citou a “Missão Continental”, que surgiu em 2007, com a realização da V Conferência Episcopal Latino Americana de Aparecida. Ele lembrou que o projeto é particular por desenvolver um modelo de missão permanente, diferenciado das missões tradicionais. O Projeto é voltado para toda a Igreja na América Latina, que é autônoma para desenvolvê-lo de acordo com a cultura de cada país.
No Brasil, dom Beni destacou o projeto Um Milhão de Bíblias, desenvolvido pela CNBB com o objetivo de atingir as pessoas através da leitura orante da Palavra.
“Dentro do Projeto da Missão Continental, a Igreja no Brasil desenvolveu o Projeto de Doação de Um Milhão de Bíblias. Esse projeto não se resume a apenas entregar às pessoas a bíblia, mas a ensiná-las a ler de maneira orante, respondendo aos apelos da Palavra. Nesse sentido, não queremos apenas distribuir a bíblia em massa, mas ensinar as pessoas a desenvolverem o amor e a boa leitura”.

fONTE:cnbb

Nenhum comentário: