sábado, 21 de agosto de 2010

“Sociedade nunca deve cruzar os braços”, afirma dom Jaime Vieira em lançamento de campanhas sociais

dom_jaime_vieira_campina_grandeO lançamento das campanhas “Voto vendido, Povo Vencido”, 16º Grito dos Excluídos e Plebiscito pelo Limite da Propriedade da Terra, do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) da Paraíba, contou com a participação de cerca de 200 pessoas, entre políticos, economistas, sociólogos, estudantes de direito e agentes pastorais. O evento aconteceu no auditório da cúria diocesana, no centro de Campina Grande (PB).
De acordo com o bispo diocesano de Campina Grande (PB), dom Jaime Vieira Rocha, o lançamento conjunto “é uma gota de água diante dos desafios, mas traz alentos de esperança em virtude de um mundo melhor para todos. Afinal, a sociedade nunca deve cruzar os braços”, frisou.
A 16ª edição do Grito dos Excluídos que traz o lema “Onde estão nossos direitos? Foi o primeiro lançamento da noite.
A solenidade também contou com o lançamento do Plebiscito pelo Limite da Propriedade da Terra, que tem como um dos organizadores nacionais a Comissão Pastoral da Terra (CPT). Segundo uma das coordenadoras da CPT na diocese, Vanúbia Martins, “é preciso ver o direito a terra como um direito à vida, por isso o país precisa limitar a propriedade desse bem favorecendo para que todos possam usufruir de um pedaço dele”. Os presentes no auditório já puderam realizar seus votos no plebiscito que acontecerá na Semana da Pátria, de 1º a 7 de setembro.
publico_campina_grandeA Campanha “Voto Vendido, Povo Vencido” foi o último lançamento da noite. A diretora da Escola Judiciária Eleitoral (EJE) do TRE-PB, a juíza Federal Niliane Meira, conclamou os presentes a serem multiplicadores da campanha. “Embora o tempo peça para que a fome seja saciada, urge mais por uma mudança, para que não paguemos por um voto mal dado”, frisou. A equipe da EJE estará em Campina Grande, no período de 2 a 4 de setembro, promovendo palestras em escolas e eventos para difundir a campanha.
A mesa de lançamento foi presidida pelo bispo diocesano de Campina Grande, dom Jaime Vieira Rocha; e composta pelo vigário-geral da diocese, padre Márcio Henrique Mendes Fernandes; a presidente da Escola Judiciária Eleitoral (EJE) do TRE-PB, a Juíza Federal Niliane Meira; bem como o vice-presidente da escola, o juiz João Ricardo Coelho.
Também compuseram a mesa, a coordenadora executiva da ONG Centro de Ação Cultural (Centrac), Laudicéia Araújo, o coordenador da Dimensão Sócio-Transformadora da diocese, padre João Barbosa, e uma das coordenadoras da Comissão Pastoral da Terra (CPT) na diocese, Vanúbia Martins.
Fonte:CNBB

Nenhum comentário: