quarta-feira, 18 de agosto de 2010

“Vê que escrevi teu nome na palma de minha mão, tenho sempre tuas muralhas diante dos olhos”. (Is 49,15-16)


Nenhum comentário: