quarta-feira, 1 de setembro de 2010

A Igreja no Brasil promove a Semana Brasileira da Missão Continental


A Igreja no Brasil promove a Semana Brasileira da Missão Continental Postado por missões às 14:13 31 de agosto de 2010 Está se aproximando um grande evento nacional da Missão Continental da Igreja no Brasil. É a semana brasileira da missão continental, que acontecerá de cinco a onze de setembro de 2010, no Centro Cultural Missionário – CCM, em Brasília. É muito importante lembrar que assumimos o compromisso de uma grande missão em todo o Continente, que de nós exigirá aprofundar e enriquecer todas as razões e motivações que permitam converter cada cristão em discípulo missionário. Para isto, necessitamos desenvolver a dimensão missionária da vida de Cristo. Para a V Conferência, os bispos chegaram em Aparecida com a ideia de uma grande missão. E saíram com a Missão Continental. Por isso mesmo devemos centrar força nesta causa missionária, de modo que toda a Igreja, e todos na Igreja possamos ver e nos encantar com a natureza missionária da Igreja. É para isto que veio a Missão Continental, ajudar a refletir sobre o que podemos fazer para que todos na Igreja se tornem realmente missionários. O Documento de Aparecida nos indica a saída: 
A Igreja necessita de forte comoção que impeça de se instalar na comodidade, no estancamento e na indiferença, à margem do sofrimento dos pobres do Continente. Necessitamos que cada comunidade se transforme num poderoso centro de irradiação da vida em Cristo. 
Por isso é imperioso assegurar calorosos espaços de oração comunitária que alimente o fogo de um ardor incontido e tornem possível um atraente testemunho de unidade ‘para que o mundo creia’ (Jo 17,21). A falta de recepção do “estado de missão” da Igreja e da “natureza missionária” dos batizados nas paróquias e, muitas vezes, também nas dioceses é a causa estrutural para a frágil articulação missionária nas regiões (Conselho Missionário Regional - COMIREs). Com quem os coordenadores dos COMIREs estão realmente articulados? Não são mais do que 50% das paróquias e dioceses. Existem muitas razões para isso: distâncias, dinheiro, interesse, empenho, desconhecimento da proposta. Ao falar da “articulação” nos interessa mais a ovelha perdida do que as 99 que estão no aprisco. 
Como passar a nossa pastoral paroquial de manutenção para uma pastoral missionária? Para isso precisamos encantar os agentes de pastoral com os conteúdos da missionariedade. A articulação só faz sentido se temos clareza sobre certos conteúdos básicos que dão sentido à missionariedade e se a missionariedade está enraizada nas bases. 
As Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadoras da Igreja no Brasil, dedicam uma parte significativa à formação dos discípulos missionários (DG 88-99); assume uma “clara e decidida opção pela formação dos discípulos missionários – os membros de nossas comunidades” (DAp 276; DG 89). Como está essa formação nas nossas bases paroquiais? Como está a força da atração missionária? Somos caçadores de borboletas ou cultivadores do jardim? 

Durante a Semana Nacional da Missão Continental, iremos nos debruçar muitas vezes com estas questões e que na força do Espírito Santo, com ajuda da liderança, representantes da base da Igreja, juntamente com os bispos que compõem a comissão da missão continental, partiremos em busca não apenas de respostas elaboradas, mas de verdadeiras atitudes que nos coloquem no itinerário do seguimento de Jesus Cristo como discípulos missionários. Participarão desta semana, representantes dos dezessete Regionais da CNBB, mais o grupo de trabalho da missão continental, formado por treze pessoas, entre elas muitos missiólogos, e desta vez aberto à todos interessados pela missão continental. Por questão logística limitou-se as inscrições. Iremos trabalhar com cinqüenta e seis participantes, porém, desde já é bom salientar que próximo ano irá acontecer outro (s) afinal, a missão continental quer colocar a Igreja e todos na Igreja em estado permanente de missão, logo, a formação também será permanente. 

Pe. Altevir, CSSp assessor da dimensão missionária - CNBB secretário executivo do COMINA 
Fonte: Blog da Missão Continental

Nenhum comentário: