sábado, 27 de novembro de 2010

Despertar missionário anima a Igreja no Estado de São Paulo


 
O Conselho Missionário Regional do Estado de São Paulo – COMIRE Sul 1 da CNBB realizou hoje, 27 de novembro, a sua Assembleia anual, na sede da Obra dos Cenáculos Missionários, Região Lapa da capital paulista. Um momento de oração, inspirado em imagens bíblicas do pastor, do semeador e do pescador, abriu os trabalhos que tinha por finalidade avaliar as atividades realizadas ao longo do ano e fazer propostas para 2011.
 
O coordenador do COMIRE, Robson Luiz Ferreira, agradeceu a presença dos 40 representantes das oito sub-regiões pastorais do Estado e apresentou dom Vivente Costa, bispo de Jundiaí como o novo presidente do Organismo no Estado. Dom Vicente mostrou otimismo sobre o que viu. “Estou impressionado pela vitalidade de muitos missionários e missionárias que trabalharam fora do país e que hoje estão aqui. Isso vai servir de grande estímulo para enfrentar com mais coragem e realismo o desafio da Missão Continental o que tornará a Igreja cada vez mais missionária para que façamos da Missão a linha motora da nossa ação evangelizadora”, sublinhou dom Vicente.
 
Na partilha sobre as atividades realizadas nas dioceses do Regional durante o ano foram destacadas iniciativas em sintonia com a Missão Continental, a articulação da Campanha Missionária do mês de outubro, os trabalhos com a Infância, Adolescência e Juventude Missionária, os cursos de formação, a animação e articulação dos Conselhos Diocesanos.
 
Convidado para refletir sobre a Missão Continental, padre Alcides Costa, superior provincial dos missionários Combonianos, explicou que a iniciativa lançada em Aparecida, não é apenas um Projeto, mas um jeito novo de ser Igreja. “É uma opção missionária que pretende renovar a comunidade eclesial em seu conjunto, para que todos os batizados, convertidos em discípulos missionários, sejam capazes de dar testemunho da Boa Notícia hoje”, destacou padre Alcides. Nesse sentido, segundo o assessor, a Missão Continental vem a ser “um Projeto de animação missionária para despertar a consciência dos cristãos e resgatar a dimensão missionária da Igreja convocada para uma missão em todo o continente e além de suas fronteiras”, disse.
 
Padre Alcides recordou ainda a finalidade do COMIRE que existe para “articular todas as forças missionárias em comunhão com a CNBB do Regional, o Conselho Missionário Nacional - COMINA e a Conferência dos Religiosos no Brasil – CRB”, além de “inserir a ação Missionária Universal na pastoral realizada no Regional e nas dioceses, para que estas se tornem decididamente missionárias”, concluiu. Ao longo do ano, o COMIRE Sul 1 realiza quatro reuniões da Equipe Executiva, um Encontro Estadual e a Assembleia. Robson Luiz comunicou algumas normas para sediar o Encontro Estadual. Em 2010 o evento aconteceu em Presidente Prudente e o próximo será na cidade de Santos, em setembro de 2011.
 
Outro tema discutido foi a proposta feita pela 32ª Assembleia das Igrejas Particulares de São Paulo, realizada no mês de outubro, para as dioceses e o Regional que decidiu fortalecer os Conselhos Missionários Diocesanos e paroquiais, promover encontros diocesanos e regionais com agentes de pastoral para estimular o espírito missionário, designar um padre para coordenar este trabalho em cada uma das oito sub-região pastoral do Estado e inserir na formação das dioceses a dimensão missionária. Demonstrando otimismo, a Assembleia do COMIRE acolheu essa proposta como uma oportunidade para intensificar o dinamismo missionário nas dioceses e por sua vez, sugeriu, entre outras iniciativas, constituir uma equipe de coordenação para articular esse trabalho, em sintonia com os bispos do Estado. Fortalecer os Conselhos Missionários Diocesanos e Paroquiais, promover cursos de formação para coordenadores e seguir trabalhando na perspectiva da Missão Continental, foram outras propostas feitas.
 
Entre as atividades comunicadas, Tiago Scalco, coordenador da Juventude Missionária - JM do Regional, apresentou um novo Projeto além fronteiras que visa enviar, no mês de dezembro de 2011, um grupo de jovens para a Guiné Bissau, África. Os candidatos a serem enviados farão uma preparação de acordo os objetivos das Pontifícias Obras Missionárias – POM. O projeto conta com o apoio do Pontifício Instituto das Missões ao Exterior – PIME, congregação missionária com longa experiência naquele país.
 
Nádia Maria, coordenadora estadual da Infância e Adolescência Missionária - IAM, apresentou um breve relatório das atividades com destaque para a 7ª Assembleia Regional da IAM, realizada em São Paulo, no mês de novembro. A IAM é uma das quatro Obras Pontifícias e foi fundada na França, em 1943 chegando ao Brasil em 1858. Está presente em mais de 30 das 44 dioceses do Estado de São Paulo. Para 2011 a IAM fará um grande Encontro Regional e mais de 20 encontros de formação e implantação da obra nas dioceses. Nádia finalizou citando dom Helder Câmara: “É graça divina começar bem. Graça maior é persistir na caminhada, mas graça das graças é não desistir nunca”.
 
Nas comunicações, padre Pedro Facci, PIME, apresentou o seu livro “Entre Meridianos e Paralelos”, fruto da sua dissertação de mestrado em Missiologia e destacou a importância das revistas missionárias para a formação.
 
Uma missa presidida pelo padre Alcides Costa, dentro do espírito do Advento, encerrou a Assembleia no final da tarde.
 
Jaime C. Patias, revista Missões.

Nenhum comentário: