terça-feira, 23 de novembro de 2010

Novena de Natal 2010 - 8º Dia da Novena “Ó Rei das Nações!”



Oração inicial


CHEGADA: silêncio – oração pessoal 


Refrão meditativo: Senhor, nós te esperamos.
Senhor, nós te esperamos, Senhor não tardes mais! Senhor, nós te esperamos, vem logo, vem nos salvar!

ACENDIMENTO DA VELA
Acender a vela correspondente no dia da novena.
Dirigente: Bendito sejas, Deus das promessas, porque iluminas as nossas vidas com a luz de Jesus Cristo, teu Filho, a quem esperamos com toda a ternura do coração. Amém.

ABERTURA
− Vem, ó Deus da Vida, vem nos ajudar! (bis)
Vem, não demores mais, vem nos libertar! (bis)

− Glória ao Pai e ao Filho e ao Santo Espírito! (bis)
Glória à Trindade Santa, glória ao Deus Bendito! (bis)

− Aleluia, irmãs, aleluia, irmãos! (bis)
Nosso Senhor vem vindo, a Deus louvação! (bis)

− De pé, vigilantes, lâmpadas nas mãos! (bis)
Ele já está bem perto, nossa Salvação! (bis)

Dirigente: Irmãos e irmãs, o Senhor está perto! Sua graça e paz
estejam com vocês!
Todos: Bendito seja Deus que nos reuniu no amor

1. RECORDAÇÃO DA VIDA
Dirigente: Neste oitavo dia da nossa 
novena, trazemos como clamor 
diante de Deus todas as divisões, 
separações, desigualdades, discriminações 
que precisam ser superadas. 
Invocamos hoje o Senhor como 
Rei das Nações e Desejado dos Povos. 
Nesta comunhão, lembremos 
os fatos, as pessoas, os grupos... 
com quem queremos estar reunidos 
e unidos na oração nesta espera do 
novo Natal do Senhor.

HINO (rezado ou cantado)

Ó vem, ó vem, Emanuel,
Refrão: Dai glória a Deus, louvai, 
povo fiel, Virá em breve, o Emanuel
 
  
1. Ó vem! Ó vem Emanuel! És esperança

de Israel! Promessa de Libertação, 
 vem nos trazer a salvação! 

2. Ó vem aqui nos animar as nossas
   
vidas despertar dispersas as sombras 
 
 do temor vem pra teu povo, ó Salvador.
      
3. Ó vem, Rebento de Jessé, e aos
  
 filhos teus renova a fé, que possamos 
  
o mal dominar e sobre a morte  triunfar!
4. Vem, esperança das nações, 
  habita em nossos corações toda discórdia se desfaz tu és, Senhor, o rei da paz!
 

3. ORAÇÃO
Todos: Ó Deus, Senhor do Universo,
enviaste teu Filho Jesus,
Rei das Nações e Príncipe da Paz,para conduzir-nos em teus caminhosde justiça. Escuta as preces
destes teus fi lhos e fi lhas em oração.
Restaura-nos no teu amor,
manifesta a tua misericórdia e
dá-nos a tua salvação. Por Cristo,
nosso Senhor. Amém!

4. SALMO 24 (rezado ou cantado) 
Dirigente: “Bendito aquele que
vem em nome do Senhor” (cf. Lc 19,38)
Como uma procissão da arca de
Deus em Jerusalém, hoje cantamos
este louvor ao Senhor e meditamos
sobre a justiça que Ele pede para vivermos
em sua comunhão

Refrão: Vem vindo o Senhor, vem
vindo o Rei da glória! Quem tem
mãos inocentes, com Ele vai morar!
Abri as vossas portas, que o
Rei já vai chegar! (bis)

O mundo e tudo que tem nele é de
Deus, a terra e os que aí vivem, todos
os seus! Foi Deus que a terra
construiu sobre os mares, no fundo
do oceano, seus pilares!

Quem vai subir ao monte santo ao
Senhor, Da sua casa vai ser morador?
Quem tem as mãos bem limpas
de toda maldade e puro o coração na
lealdade!

Quem é, quem é, então, quem é
o Rei da glória? O Deus que tudo
pode é o Rei da glória! Aos três, ao
Pai, ao Filho e ao Confortador da
Igreja que caminha o louvor!

5. LEITURA BÍBLICA
Ler pausadamente Apocalipse 11,15
6. MEDITAÇÃO DA PALAVRA
DE DEUS – silêncio – partilha –
refrões
7. APROFUNDAMENTO
Leitor 1 − Quando, em 732 a.C., o rei da Assíria tomou os territórios da
Galileia, todos em Judá passaram a temer a invasão. Mas o profeta Isaías
mostrou que o Senhor libertaria os oprimidos e traria a paz. O que levou Isaías a essa luminosa esperança foi o nascimento de Ezequias,
o filho-herdeiro do rei Acaz: “Porque nasceu para nós um menino, um filho nos foi dado: sobre o seu ombro esta o manto real e ele se chama ‘Conselheiro Maravilhoso’, ‘Deus Forte’, ‘Pai para sempre’, ‘Príncipe
da Paz’. Grande será o seu domínio, e a paz não terá fi m sobre o trono de
Davi e seu reino, fi rmado e reforçado com o direito e a justiça, desde
agora e para sempre [...]” (Is 9,5-6). No decorrer da história da salvação, este Rei da Justiça foi frequentemente anunciado pelos profetas: “[...] Eu vou assentar no monte Sião uma pedra, pedra escolhida, angular, preciosa e bem fi rmada; quem nela confi ar não será abalado” (Is 28,16).

Leitor 2 – Jesus de Nazaré consagrou todas as suas energias para
iniciar e fi rmar o reinado de Deus.
O Reino de Deus e, segundo os estudiosos, uma das palavras mais autênticas do Senhor, seu sonho e utopia mais profunda. “O Reino de Deus está próximo” foi sua primeira palavra (cf. Mc 1,15). Tornar o Reino presente no meio das pessoasfoi a essência de sua missão. E aos seus seguidores recomendava fazer da busca do Reino e da sua justiça a motivação fundamental (cf. Mt 6,33). Identifi cado com o reinado de Deus, Jesus tinha medo de ser proclamado rei (cf. Jo 6,15) e até manifestou sua crítica radical aos reis da terra: “Os reis das nações tem poder sobre elas, [...] entre vocês não deverá ser assim [...]” (Lc 22,25- 26). Tendo sido aclamado como rei
em sua entrada em Jerusalém fez questão de dizer claramente, no seu processo de condenação, que o seu reino não é deste mundo (cf. Jo 18,36) e que seu reinado consistia em dar testemunho da verdade (cf.
Jo 18,37).


Leitor 3 – Na espera amorosa do novo Natal do Senhor, aclamamos
e proclamamos Jesus como Rei das Nações e desejado dos Povos, como
pedra angular que reconcilia e une os opostos. Suplicamos a Ele que venha salvar a humanidade frágil que um dia criara do barro da terra.

Dirigente: Com Maria, demos graças a Deus porque nos envia o Rei
das Nações, Príncipe da Paz, Jesus Cristo, nosso Senhor. Peçamos a
Ele que acabe com as guerras e reúna todos os povos em fraternidade.

CANTO: Ó...Ó Rei das Nações
(rezado ou cantado)
Desejado dos Povos, Rei das Gentes,
tudo ajuntas em ti, Pedra Angular,
inimigos tu vens apaziguar,
vem salvar este povo tão dormente,
pois do barro formaste o nosso ente,
vem, Senhor, e não tardes, vem nos
salvar, ó, ó.

Refrão: Vem, ó Filho de Maria,
sede, quanta espera, quando chega,Deus da nossa alegria, quanta
quando chega aquele dia?

ORAÇÃO FINAL
CÂNTICO DE MARIA
– A minh’alma engrandece o Senhor / E exulta o meu espírito em Deus Salvador;
– porque olhou para a humildade de sua serva, / doravante as gerações hão de chamar-me de bendita.
– O Poderoso fez em mim maravilhas / e santo é seu nome!
– Seu amor para sempre se estende / sobre aqueles que o temem;
– manifesta o poder de seu braço, / dispersa os soberbos;
– derruba os poderosos de seus tronos / e eleva os humildes;
– sacia de bens os famintos / despede os ricos sem nada.
– Acolhe Israel, seu servidor, / fi el ao seu amor,
– como havia prometido a nossos pais, / em favor de Abraão e de seus filhos para sempre.
– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. / Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

PRECES
DirigenteIrmãos e irmãs, com Maria, aguardemos vigilantes a manifestação
do Filho de Deus que a todos quer salvar.
Todos: Maranathá, vem, Senhor Jesus!
● Ó Cristo, faze de nosso coração e de todo o nosso ser a tua morada e vem nos salvar!
● Ó Cristo, assumiste nossa fraqueza e nossa pobreza, faze-nos fortes e ricos em teu amor!
● Ó Cristo, guia em teu caminho todos nós que te esperamos nas estradas deste mundo!
Preces espontâneas...
(que nasçam da Palavra de Deus meditada e partilhada)
Dirigente: Já está bem perto a nossa salvação! Em comunhão com a criação inteira, que geme e sofre em dores de parto, rezemos a oração que o Senhor nos ensinou: Pai nosso...

BÊNÇÃO
Dirigente: O Deus da esperança, da alegria e da paz permaneça com todos nós, agora e para sempre. Amém!
DirigenteBendigamos ao Senhor!
Todos: Graças a Deus!
DirigenteO auxílio divino permaneça sempre conosco!
Todos: E com nossos irmãos e irmãs ausentes!


Nenhum comentário: