terça-feira, 27 de abril de 2010

Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos 2010 - CONIC



Neste ano, a Souc será realizada entre os dias 16 a 23 de maio e terá como lema “Vocês são testemunhas dessas coisas” (Lucas 24:48). Vale lembrar que as igrejas escocesas também celebram, ao mesmo tempo com a Souc o centésimo aniversário da Conferência de Edimburgo, e o tema proposto é semelhante: “Testemunhar Cristo Hoje”.
Confira os spots para TV e Rádio.



fonte CNBB




 

TVs Católicas se reúnem em Aparecida

tvs_catolicasTVs Católicas ligadas às arquidioceses se reuniram nesta terça-feira, 27, em Aparecida (SP) para discutir a possibilidade de formação de uma rede para troca de programação. O encontro aconteceu no Convento Redentorista, nas dependências do Santuário Nacional.
O arcebispo de Belo Horizonte (MG), dom Walmor Oliveira, presente na reunião, lembrou que as TVs deveriam se unir por apresentarem uma condição semelhante. “O fato de estarmos ligados às dioceses e termos caráter educativo nos une, apesar de nossas diferenças regionais e de linha editorial”.
Com base nessa particularidade, ele apresentou a proposta de troca de material produzido pelas TVs através de uma rede, que seria criada para facilitar a produção de programas de interesse comum.
Além do arcebispo de Belo Horizonte, participaram da discussão, o responsável pelo setor de Comunicação da CNBB e arcebispo do Rio de Janeiro, dom Orani João Tempesta; o secretário-geral da CNBB, dom Dimas Lara Barbosa; a assessora do setor de Comunicação da CNBB, Irmã Élide Fogolari; o arcebispo de Belém (PA), dom Alberto Taveira; e o arcebispo de Aparecida (SP), dom Raymundo Damasceno Assis.
Estiveram presentes os representantes das TVs Horizonte, de Belo Horizonte; 3º Milênio de Maringá (PR); Nazaré, de Belém (PA) e TV Aparecida, de Aparecida (SP). Todas as TVs são educativas.
fonte:CNBB

Caso Irmã Dorothy: último julgamento

Há expectativa no Pará para o julgamento de Regivaldo Pereira Galvão, que no dia 30 de abril será julgado no Fórum Criminal de Belém pelo assassinato da irmã Dorothy Mae Stang - trata-se do último dos fazendeiros a ser julgado pelo crime.
Dinaílson Benassuly, coordenador do Comitê Dorothy, fala sobre o julgamento: "A expectativa é de que a justiça aconteça, de que o principal mandante desse assassinato seja condenado à pena máxima. Como ele é uma pessoa de alto poder aquisitivo, de uma influência política muito grande em Altamira e tem advogados muito caros, a tendência é que o embate seja realmente muito duro". Benassuly revela que há uma chance do julgamento de Regivaldo ser adiado.
Vitalmiro Moura, outro acusado do crime, foi condenado, no último dia 12, a 30 anos de reclusão, a serem cumpridos inicialmente em regime fechado.
A religiosa foi assassinada com seis tiros, aos 73 anos de idade, em 12 de fevereiro de 2005, no município de Anapu, no Estado do Pará.
De acordo com o coordenador, o crime foi minuciosamente premeditado, ficando comprovada a participação hierárquica de mandantes, intermediários e executores. E completa: "No cenário dos conflitos agrários no Brasil, seu nome (Dorothy Stang) associa-se aos de tantos outros que morreram e ainda morrem no campo da Amazônia, sem ter seus direitos respeitados".
Fonte: www.catolicanet.com.br