sexta-feira, 23 de julho de 2010

“Caminhada, adoração, palestra, missa e show: Catequistas e Defensores da vida se unem”


“Caminhada, adoração, palestra, missa e show:
Catequistas e Defensores da vida se unem”

Celebrando o Dia do Catequista e unindo forças com a Comissão Diocesana em Defesa da Vida, a tarde de domingo, 22 de agosto, será dedicada para o Grande Encontro “JUNTOS PELA VIDA”. O intuído do encontro está em Defender e Promover a vida em todos os seus aspectos. A concentração será na Paróquia Coração de Jesus às 14h, numa bonita caminhada em direção a paróquia Espírito Santo, em São José dos Campos. A programação conta também com Palestra com Dra. Elizabeth Kipman Cerqueira, médica e especialista em Bioética e missa às 18h. O encerramento será com o show do grupo musical “Cantores de Deus”. O gesto concreto do evento conta com a doação espontânea de gêneros alimentícios não perecíveis. Entrada franca. Venha participar. 
JUNTOS PELA VIDA
Dia 22 de agosto (domingo), a partir das 14h.
Concentração para a caminhada:
Paróquia Coração de Jesus: Rua Ipatinga, 05, Bosque dos Eucaliptos
Adoração, Palestra com Dra. Elizabeth, Missa e Show com Cantores de Deus:
Paróquia Espírito Santo: Av. Cassiopéia, 461 – Jardim Satélite.
Traga 1 kg de alimento não perecível. 
Fonte:site da diocese

Pascom debate novas tecnologias da Comunicação

Abertura_Pascom
“Para fazer uma boa Pastoral da Comunicação não basta a tecnologia, mas, também sermos cristãos”. Com estas palavras, o arcebispo do Rio de Janeiro e presidente da Comissão Episcopal Pastoral para Cultura, Educação e Comunicação Social, dom Orani João Tempesta, abriu ontem, 21, o 2º Encontro Nacional de Comunicação da Pascom.
O evento, que acontece no subsolo do Santuário de Nossa Senhora Aparecida, em aparecida (SP), tem o objetivo de articular e motivar a Pastoral da Comunicação (Pascom), englobando as novas ferramentas tecnológicas.
Dom Orani  destacou o desafio de se fazer comunicação na Igreja. “Para nós há uma diferença essencial em se fazer comunicação. O desafio é ter por trás uma pessoa que tenha espiritualidade e fé. A técnica não disfarça isso”, disse.

O arcebispo disse que é preciso viver a unidade na pluralidade. “O desafio está na unidade pela pluralidade, trabalharmos juntos sem destruir o outro”, concluiu.
O encontro prossegue até sábado, 24, e reúne mais de 300 agentes da Pascom. A programação de hoje constou de dois painéis, um pela manhã e outro à tarde. Cada painel contou com a participação de três convidados. A programação da sexta-feira, 23, tem como destaque a entrega dos prêmios de comunicação da CNBB à noite. Durante o dia, serão realizados, simultaneamente, quatro seminários para os quais os agentes da Pascom se inscreveram.

Fonte: (CNBB com A12.com)

Novas mídias, Televisão e Rádio são temas discutidos pelos agentes da Pastoral da Comunicação

Pascom1
Os agentes da Pastoral da Comunicação (Pascom) discutiram nesta quinta-feira, 22, a relação da Igreja com as novas mídias de comunicação, com a televisão e com o rádio. O debate aconteceu durante o segundo encontro nacional da Pastoral, que acontece deste ontem, 21, no Santuário Nacional de Aparecida, em Aparecida (SP). Mais de 300 lideranças participam da reunião.
“Para viver de forma digna nesse novo mundo da economia digital, é preciso impor valores ético-humanistas à técnica. Dominá-la [a técnica] é fundamental”, disse o presidente para a América Latina da Associação Mundial de Comunicação, Luciano Sathler.
Satlher, um dos conferencistas do encontro, falou sobre inclusão e exclusão a partir das novas tecnologias e das novas mídias. Ele vê a democratização das novas tecnologias como um desafio e defendeu que a Igreja deixe de ser apenas usuárias delas.
“A Igreja precisa deixar de ser apenas usuária, vítima, da tecnologia, mas tornar-se dominadora e produtora de tecnologia. As Comunidades Eclesiais de Base precisam ser focadas em tecnologia”, sublinhou.
Para Sathler, a web 2.0 deve fazer parte do cotidiano da Igreja. “Ainda não percebemos o valor que a Web 2.0 tem para mudar a cabeça da pessoa”, insistiu.
O conferencista questionou a falta de integração da comunicação na Igreja. “Não entendo como os meios [de comunicação] católicos não trabalham integrados”, disse. 
Televisão e Rádio
O jornalista Elson Faxina, por sua vez, recordou o papel da TV na sociedade e a classificou como “reflexo antecipado da sociedade amanhã”.
“A TV é como espelho que uso para me corrigir. Que sociedade ela mostra? Não é a sociedade do real, mas a do desejo, a do devir. A televisão propõe nova organização social”, acentuou.
Segundo Faxina, a TV pauta a vida social e, no Brasil, a lógica que prevalece é a do mercado. “A TV no Brasil tem a lógica do mercado que, com a TV Pública, corre o perigo de virar a lógica do poder e não da solidariedade e da democracia”.
Já o padre César Moreira, que por mais de 30 anos atuou na Rádio Aparecida, destacou a importância do rádio no cotidiano das pessoas e também na evangelização. “Rádio faz amigos, informa, presta serviço, faz propaganda, faz humor, polemiza, forma opinião”, disse.
Ele defendeu a capacitação técnica dos que fazem comunicação nos meios da Igreja e também a publicidade nos veículos da Igreja. “Todos os anos fazemos encontro com os anunciantes da Rádio Aparecida e os ensinamos para que vendam mais”, disse.
O encontro da Pascom prossegue até sábado. Um dos destaques da programação de amanhã, 23, será a entrega dos prêmios de comunicação, às 20h, no auditório da TV Aparecida, que transmitirá ao vivo toda a cerimônia.
Fonte:CNBB

quarta-feira, 21 de julho de 2010

16ª Romaria da Juventude



 Com o Tema:Jovens em construção de políticas pela vida” e com o Lema: “Das águas que nos trazem Maria resgatando nosso jeito de ser e fazer”, os pjoteiros/as do Estado de São Paulo, mas uma vez se reuniram em Romaria, fazendo sua Marcha Estadual contra Violência e Extermínio de Jovem. Animação, Reflexão e Integração... foram esses os frutos colhidos e recolhidos ao término da atividade, que ocorreu domingo passado (18 de julho), em Guaratinguetá, terra do primeiro Santo brasileiro, Frei Galvão.
É lindo ver a juventude partindo de todos os pontos do estado, alguns enfrentando diversas horas de viagem, para juntos/as partilharmos sonhos, unir nossas vozes, demonstrar nossas ações, nossos ideais... foram quase 3000 jovens, que participaram dessa romaria. É profético ver, no alvorecer do dia, diversos ônibus chegando, a juventude animada, e empolgada para mais uma Romaria, um dos marcos históricos de nosso Regional.
A Reflexão sobre a vida de Frei Galvão, a folia de reis que animou a entrada de Nossa Senhora Aparecida, que vai a frente de todos os nossos projetos, e com ternura nós guia pelo caminho. A presença do nosso querido, Pe. Carlos Sávio da Costa Ribeiro assessor da PJ do Brasil, são esses elementos que deram o tom inicial de nossa caminhada.
A animação durante todo o trajeto, os gritos, as frases, as bandeiras, as caras pintadas, as camisetas, cada gesto cada símbolo, se une em caminhada, mostrando o que somos, o que queremos, pelo que lutamos, e aquilo em que acreditamos, olhar todos esses jovens unidos, a esperança floresce no coração, a esperança que um novo mundo é possível, que a Civilização do amor, não é uma utopia, ela se concretiza quando se junta essa juventude em Romaria.
Caminhar, cantar, gritar, chegar e celebrar, a celebração da eucaristia presidida por Dom Antonio Carlos Altieri (bispo referencial da juventude do nosso regional), é não somente a coroação de um momento especial, mas compromisso, compromisso de evangelizar, de levar as experiências vividas e anunciar o Cristo Jovem nesta caminhada que é construida por tantas mãos, exemplo de doação e testemunho ao Reino.
 
Neste ano nossa Romaria que também foi a nossa Marcha Estadual contra a violência e o extermínio de jovens, foi momento de mostrarmos que nós jovens, estendemos nossas mãos, e juntos gritamos: “Basta! Chega de violência e extermínio de jovens”, mostramos nossa força na luta por políticas efetivas ao favor dos/as jovens, reafirmamos nosso desejo de vida plena, sobretudo aos menos favorecidos e aos que morrem precocemente.
Essa Romaria foi marcada por espiritualidade, foram momentos de pintar a mão sinalizando um basta de morte, momentos de recitar poesias resgatando a cultura popular, momentos de dançar, cantar, valorizar a figura da mulher, de resgatar o valor e a contribuição da negritude, e por fim sermos enviados pela mística do sonho, que valoriza as razões que temos pra viver.
Gratos a todos que estiveram presentes, deixamos por fim registrado nosso carinho ao sub de Aparecida que nos acolheu, a comunidade fraterna da Igreja de Frei Galvão e todos que colaboraram direta ou indiretamente, continuemos irmanados/as na certeza que fazemos história, e uma história de resitência, coragem e ousadia, da Igreja cotidiana, dos pequenos e da simplicidade do povo de Deus, seguimos na luta diária, na comunhão dessa rede de irmãos e irmãs que é a Pastoral da Juventude.

Coordenação Regional da Pastoral da Juventude
Equipe de Romaria 2010

Romaria da PJ... eis que o dia tão esperado chegou!


A nossa Romaria Estadual, foi um sucesso. Muita animação, músicas e claro não podia faltar, a alegria da juventude!

Deu início a Romaria, a Mística Inicial em frente ao Santuário de Frei Galvão, com a chegada da imagem da nossa querida Mãe Aparecida, que chamamos carinhosamente de Mãe Cidinha e relembramos alguns dos Mártires da Caminhada e jovens que foram exterminados e cantamos o "Pai Nosso dos Mártires". Assim começamos a nossa caminhada.

Como diz a música de Geraldo Vandré, estávamos "Caminhando e cantando e seguindo a canção".

Logo que chegamos a uma praça, tivemos mais um momento de reflexão que girou entorno da Campanha Nacional contra a Violência e o Extermínio de Jovens, onde todos soltamos o grito entalado em nossas gargantas: "CHEGA DE VIOLÊNCIA E EXTERMÍNIO DE JOVENS!"

Demos continuidade a nossa caminhada, muito animada com músicas conhecidas por nós pejoteiros. Choveu durante a caminhda, mas nós estávamos lá, para Guarantiguetá ver e ouvir o grito da juventude que sonha, luta e clama a "Construção de políticas públicas pela vida" como diz o tema da Romaria.

Ao chegarmos na ponte que está sobre o Rio Paraíba do Sul, cantamos "Negra Mariama" e mais uma vez, acolhemos a imagem de Nossa Senhora Aparecida.

Caminhamos, cantamos, nos alegramos e refletimos sobre o lema: "Das águas que nos trazem Maria resgatando nosso jeito de ser e fazer"!

Ao chegarmos no Recinto de Exposições, nos acomodamos sob a parte coberta e esperamos o iníco da Santa Missa que foi concelebrada por vários padres, entre eles o padre assessor do Setor Juventude da CNBB e presidida pelo nosso bispo referencial no Regional Sul 1, Dom Antonio Carlos Altieri.

Durante a homilia, Dom Altieri, ressaltou a importância do voto da juventude, para a decisão dos nossos representantes no governo e pediu que possamos escolher aquele que possui um caráter cristão, a favor da vida, da juventude, dos mais necessitados.

Após a missa, contamos com a apresentação da Quadrilha da PJ da Paróquia São Benedito de São José dos Campos e com a apresentação de dois grupos de Folia de Reis,, um do Bairro de Santana e outro do Alto da Ponte também da nossa cidade.
Fonte: http://pj-saojoaobosco.blogspot.com/

segunda-feira, 19 de julho de 2010

CARTA DA 1° AMPLIADA NACIONAL DAS CEBs RUMO AO 13° INTERECLESIAL

Movidos pelo espírito missionário de Pe Ibiapina, Pe. Cicero e os Beatos, Zé Lourenço e Maria Araujo no seguimento a Jesus Cristo, nós representantes de quinze regionais da CNBB, D. Adriano Ciocca Vasino, bispo referencial das CEBs na CNBB, D. Ângelo Pignoli, bispo referencial das CEBs no RNI, D. Fernando Panico, bispo da diocese de Crato, estivemos reunidos nos dias 17 a 20 de julho na cidade do Crato ao pé da chapada do Araripe vislumbrando o grande vale do Cariri, nesse ambiente fomos calorosamente acolhidos com alegria e festa, típico do povo cearense. Sentimos a ausência dos Regionais Norte I e Nordeste III. Foram três dias fecundos de oração, reflexão, estudo e encaminhamentos de questões especificas da nossa caminhada de CEBs para conhecer o chão e horizonte onde nossas comunidades vivem, celebram e tecem os fios da vida analisamos a realidade sócio-política e cultural do nosso país. Acolhemos com muita alegria a mensagem ao povo de Deus sobre as CEBs, documento 92 da CNBB, fruto da 48ª assembléia da CNBB, na qual os bispos do Brasil reafirmam que as ”CEBs são sinais de vitalidade da Igreja”. Como romeiros e romeiras do Reino fizemos a experiência da espacialidade do romeiro de padre Cícero levando à nossa frente a certeza de que “onde o povo vai as CEBs tem que estar” nos deixando mover pela fé esperança e solidariedade. Nesse percurso conhecemos os espaços físicos de realização, do nosso 13° Intereclesial de CEBs a se realizar nos dias 23 a 27 de julho de 2013, na cidade do Juazeiro do Norte, diocese de Crato. Diocese esta que no ano de 2014 celebrará o seu centenário de criação. Conhecemos a riqueza desta igreja particular que compreende uma área de 17.000km² com 920 mil habitantes, organizada em 49 paróquias e 914 comunidades eclesiais de base. A escolha do tema e lema do próximo Intereclesial se deu a partir dos encaminhamentos feitos pela ampliada anterior e as reflexões maturadas nos regionais, assim as propostas foram socializadas pelos regionais simultâneas às reflexões em torno da temática. Dentro deste processo de construção em meio a reações e sugestões, compreendemos que a vida é uma romaria que se transforma em missão a serviço da comunidade. Iluminados pelo Espírito, escolhemos:Tema: JUSTIÇA E PROFECIA A SERVIÇO DA VIDA Lema: CEBs ROMEIRAS DO REINO NO CAMPO E NA CIDADE. A diocese de Crato compartilhou com a ampliada os passos que já foram dados na organização do 13° Intereclesial, deixando para a mesma o sentimento e a certeza de que o processo já feito nos impulsiona ao grande mutirão em que todas as CEBs do Brasil devem, de forma comprometida, envolver-se, experienciando no chão das nossas vidas e comunidades, a dimensão profética de uma espiritualidade Reinocentrica Nós enquanto Ampliada Nacional das CEBs nos comprometemos a reafirmar a opção preferencial pelos pobres, firmando a identidade das CEBs, sendo escolas que formam discípulos (as) missionários (as) de Jesus e que os regionais estejam em estado de missão permanente. Como romeiros (as) do Reino a intercessão da Mãe das Dores e as bênçãos do “Padim Ciço”, trilhemos juntos os caminhos 13º Intereclesial Crato, 20 de julho de 2010 Fonte: Blog SE AVEXE NÃO!

ESCOLHIDO O TEMA E O LEMA DO 13º INTERECLESIAL DAS CEBs



Reunida desde o dia 17/07, no Centro de Expansão, diocese do Crato (CE), os participantes da 1ª Reunião da Ampliada Nacional das CEBs definiram o tema e o lema do próximo Intereclesial que acontecerá em 2013. O tema ficou assim definido: “Justiça e Profecia a serviço da vida”; e o lema: “CEBs, Romeiras do Reino no campo e na cidade”.
Para isso, os participantes da Ampliada Nacional dedicaram todo o Domingo, 18/07, visitando os principais locais onde se desenvolverá a dinâmica do Intereclesial: o Ginásio Poliesportivo de Juazeiro do Norte; no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia; e nos principais locais de Romaria: na Igreja de São Francisco das Chagas, na Capela do Socorro (onde está enterrado o Pe. Cícero), na Basílica de N. S. das Dores e também no Horto, aos pés da grande estátua de nosso “Padim Padi Ciço”.
Pela tarde, foi exibido o filme “Nos Caminhos de Juazeiro” com os comentários da Ir. Annete Beaudelin sobre a espiritualidade e mística dos romeiros do Padre Cícero. E em seguida, o Pe. Edmilson Ferreira, coordenador pastoral da Diocese de Crato, nos expôs a caminhada pastoral da diocese, suas opções pastorais e as ações já realizadas para o 13º Intereclesial.
A reunião se encerra amanhã, 20/07. 
Fonte: enviado por e-mail por Sandra/CEBs Acontecendo

AMPLIADA ESCOLHE ATRAVÉS DE VOTAÇÃO, TEMA E LEMA DO 13º INTERECLESIAL

Estava previsto para a tarde de ontem a escolha do tema e do lema do 13º Intereclesial . A Coordenação da Ampliada, apresentou uma predefinição de proposta, escolhida durante a última reunião da Ampliada, realizada em Brasília. A intenção era que os demais membros discutissem por regionais. A discussão adentrou a noite e novas propostas foram apresentadas pelos grupos, mas, somente agora pela manhã , após momento orante , foi possível escolher através de votação o tema e o lema. O 13º Intereclesial das CEBs será realizado no Ceará de 23 a 27 de julho de 2013 com o Tema: “Justiça e Profecia a serviço da Vida”, e lema: “CEBs Romeira do Reino no Campo e na Cidade”.

Na foto: Ampliada aos pés da imagm de Padre Cicero. Postado por CEBs - SE AVEXE NÃO!

Fonte:Blog Se Avexe Não

domingo, 18 de julho de 2010

1º encontro do Livreto Nº 3 das CEBs

1º Encontro - 2 a 8 de Agosto 2010
Tema:“Ficai de prontidão, em trajes de serviço e com lâmpadas acesas”


1. CHEGADA:
Silêncio – oração pessoal

2. ABERTURA (dirigente)

- Vem, ó Deus da vida, vem nos ajudar! (bis)
- Vem, não demores mais, vem nos libertar! (bis)
- Glória ao Pai e ao Filho e ao Santo Espírito! (bis)
- Gloria à Trindade Santa, glória aoDeus bendito! (bis)
- Aleluia, irmãs, aleluia, irmãos! (bis)
- Do povo que trabalha a Deus louvação! (bis)
- O Senhor te guarde, ele é teu vigia, (bis)
- Quem te garante a noite e governa odia! (bis)

3. RECORDAÇÃO DA VIDA
Recordação da semana

4. HINO: Me fala de você
51 - Zé Martins - Vem, Me Fala De Você.mp3

(CD 4 Musica 31“No embalo desse canto” 226)
(você  será  direcionado  para ouvir a música)
(rezado ou cantado)
1- Vem, me fala tu de liberdade/
Desta igualdade que todos queremos/
Desta vida nova que todos buscamos/
Desta paz que um dia alcançaremos.

2- Vem, me fala tu de toda vida/
Desta amizade tão querida/
Desta ansiedade de amar de novo/
Desta tua vida doada ao povo.

3- Vem, me fala tu de esperança/
deste novo ser criança/
Desta paz sem ser bonança/
desta luta pra vencer/
Vem, me fala de você.

5. SALMO 33 (rezado ou cantado)

Refrão: Alegres vibrem no Senhor, ó justos

Alegres vibrem no Senhor, ó justos/
Pois a vocês fi ca tão bem louvar, /
Com a guitarra a Senhor celebrem, /
Com violões pra ele vão tocar!

Fala o Senhor e as coisas acontecem, /
E o que ele manda faz-se de repente; /
Ele desfaz os planos das nações, /
Mas seu projeto dura eternamente!

O teu amor repouse em nós, Senhor,
Tal como está em ti nossa esperança!
Ao Pai, ao Filho e ao Divino amor
Todo o louvor e toda a confi ança!

Refrão: Alegres vibrem no Senhor, ó justos

6. EVANGELHO DE DOMINGO
Ler pausadamente Lucas 12, 32-48

7. MEDITAÇÃO DO EVANGELHO
silêncio – partilha – refrões

8. REFLEXÃO TEMÁTICA:
A figura do pai de família

Leitor(a) 1 − Durante séculos, convivemos com a fi gura do Pai-Patriarca, pai-patrão, pai-chefe de família, paiprovedor. Mas, nas últimas décadas, houve transformações, felizmente para melhor.
O homem adotou um comportamento mais maleável para tornar-se presente junto aos filhos, entre outros motivos, para substituir ou se alternar à fi gura da mãe, que passou a ser co-provedora da família. Pais e mães solidários, presentes e vigilantes, que se complementam.
Leitor(a) 2 – Por outro lado, grande porcentagem de homens se sente cobrado na família, no trabalho e na sociedade. Esses homens, carentes de maior compreensão, acolhida e afeto da parte dos seus, de serem valorizados de acordo com o que contribuíram materialmente, e sem espaços vitais onde compartilhar seus sentimentos mais profundos com toda a liberdade, são expostos a mercê do poder desintegrador da cultura atual.

Leitor(a) 3 – O Documento de Aparecida chama atenção para a responsabilidade do homem e pai de família. Para isso torna-se necessário estimular em todas as Igrejas Particulares especial atenção pastoral ao pai de família. Revisar os conteúdos das diversas catequeses preparatórias aos sacramentos, como as atividades e movimentos eclesiais relacionados com a pastoral familiar, para favorecer o anúncio e a refl exão sobre a vocação que o homem é chamado a viver no matrimônio, na família, na Igreja e na sociedade. (nº 465-a). Parabéns a todos os pais, e que sejam abençoados em sua missão!

9. O EVANGELHO SE FAZ ORAÇÃO
(PRECES)

Dirigente: Irmãs e irmãos, no fi nal desse nosso encontro, façamos nossa prece de louvor a Deus, dizendo:
Todos: Recebe, Senhor!
● Recebe, ó Deus de misericórdia, nosso agradecimento pelas famílias que dão testemunho da grandeza de vosso amor...

● Recebe, ó Deus de misericórdia, o cansaço e a luta de todos os pais de família que buscam o sustento dos seus com coragem e dignidade...

● Recebe, ó Deus de misericórdia, o que de ti recebemos: a capacidade de criar um mundo novo que nosso trabalho prepara e apressa...

Preces espontâneas... (que nasçam da Palavra de Deus meditada e partilhada)
Pai nosso...
Ave Maria...

10. ORAÇÃO
Todos: Ó Deus de bondade, escuta o clamor de teu povo. Faze que, no meio dos confl itos e das afl ições deste mundo, nos consagremos mais profundamente ao trabalho pela paz e pela justiça. Por Cristo, nosso Senhor.
Amém!

11. AVISOS / COMEMORAÇÕES
(aniversário, nascimento, acolhida de gente nova..)

● Evangelho de domingo que vem:  Lucas 1, 39-56.
Não se esqueça: traga a Bíblia no próximo encontro. Prepare-se, marcando o texto do Evangelho e lendo-o até o dia em que nos reuniremos.

● Marcar o próximo encontro e anotar no início do subsídio.

● Outros...

08/08 – Início da Semana dos Estudante (PJ); Dia dos Pais
12. BÊNÇÃO
Dirigente: Deus, luz de todos os povos, nos reúna na unidade do seu amor e nos abençoe, agora e sempre. Amem!
Dirigente: Louvado seja nosso Senhor Jesus Cristo!
Todos: Para sempre seja louvado!