quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

Vai Sacra Campanha da Fraternidade 2011 IX Estação Jesus cai pela terceira vez


Nona Estação   
                                                                                                                   
Jesus cai pela terceira vez 

Dirigente: Nós vos adoramos, ó Cristo, e vos
bendizemos! 
                                                                                                          
Todos: Porque pela vossa santa cruz remistes o mundo!

Leitor 1: “Eram na verdade os nossos sofrimentos que ele carregava, eram as nossas dores que levava às costas. E a gente achava que ele era um castigado, alguém por Deus ferido e massacrado” (Is 53,4).

Leitor 2: Jesus cai duramente pela terceira vez. Faltavam poucos metros. Abatido, ferido, verdadeiro trapo humano, ele caiu por terra, mais uma vez, abrindo ainda mais as chagas e os ferimentos. Em silêncio, nada reclamou, apenas ofereceu a sua caminhada dolorosa a Deus e aos irmãos. Passou a vida fazendo o bem, anunciou o Reino do Pai e acabou sendo rejeitado, sobretudo pelos que viam os seus interesses contrariados e não queriam um mundo novo de justiça e paz. 

Leitor 3: Unimo-nos ao seu fracasso, tendo presente que o Reino de paz é fruto da justiça e da conversão. Nossa sociedade precisa de conversões rápidas e profundas como em relação às suas fontes energéticas, que precisam ser menos poluidoras, no cultivo do campo, a criação precisa ser mais respeitada, ela já não suporta desmates e queimadas e nem suas águas serem contaminadas. Mas muitos que lucram com estas práticas não querem mudanças. 

Leitor 4: Mas o Reino, pregado por Jesus, exige renúncia, conversão, mudança de vida. Transformação interior. Se a criação geme em dores de parto, é para que nasça um novo mundo, de fraternidade e justiça. Neste novo modo de se viver, cada ser há de ser respeitado. A criação, por isso, anseia pela revelação dos filhos de Deus. 

Dirigente: Ó Deus, a cruz de Jesus é o sinal do vosso amor por todas as pessoas e por toda a criação. Fortalecei-nos no amor para que sejamos humildes e acolhamos o convite à conversão, necessário para que surjam autênticos filhos de Deus. Nós vos pedimos em nome de Jesus, nosso Senhor. Amém.

Todos: Ó Maria, Mãe querida, Jesus nos confiou a vós como filhos e filhas. Despertai-nos para que nos dediquemos com amor ao cuidado para com a vida no planeta. 

Canto  A morrer crucificado / teu Jesus é condenado /                                                         
  por teus crimes, pecador: 
 (bis)                                                                                                                            
A viver sem o cuidado / o planeta é condenado /                                                                   ajuda-nos, Deus de amor: (bis)

Nenhum comentário: