quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

Via Sacra - Campanha da Fraternidade 2011 XII Estação - Jesus morre na cruz

Décima Segunda Estação                                                                                                                                                                   Jesus morre na cruz

Dirigente: Nós vos adoramos, ó Cristo, e vos
bendizemos!                                                                    
Todos: Porque pela vossa santa cruz remistes o mundo!

Leitor 1: "Meu Deus, meu Deus, por que me abandonaste?"Dando um forte grito, Jesus expirou" (Mc 15,34.37) 

Leitor 2: Por volta das três horas da tarde, antes do desenlace final, Jesus gritou com foz forte: Meu Deus, meu Deus, por que me abandonastes (Mc 15,34). Jesus encontrava-se nu, impotente, totalmente abandonado diante do Pai que se calava e nesse silêncio se revelava todo o seu mistério. Jesus não tinha nada a que se agarrar. Pelos critérios e lógicas humanas fracassou completamente. Apesar de tudo desaparecer e no final de tudo estar próximo, Jesus confiou no Pai. Gritou: Meu Pai, meu Pai! Pai, em tuas mãos entrego o meu espírito (Lc 23,46). Tudo está consumado (Jo 19,30). Jesus morreu abandonado na cruz. Pendeu entre o céu e a terra. As trevas invadiram a terra. O véu do templo rasgou-se. 

Leitor 3: O abandono conduz à deterioração e morte. Este processo ocorre com muitas pessoas que não têm nem onde residir, estão nos centros das cidades ou nas periferias. Muitas vindas da roça, onde viviam e de onde foram expulsas porque com a mudança do modo de produzir, já não são necessárias. A muitas só resta uma condição de mendicância, que por si, é um grito de morte.
Leitor 4: A criação também geme em dores pelo que a sociedade industrial vem lhe fazendo. A princípio este grito também é de morte, denunciando a exploração para além de suas possibilidades de se manter sustentável. Até quando permaneceremos insensíveis aos gritos de morte que não são ecoados pelos meios de comunicação, mas que são de morte?
Dirigente: Ó Deus, a cruz de Jesus é o sinal do vosso amor por todas as pessoas. Fortalecei-nos neste amor para que tenhamos coragem e ousadia de nos colocar no seguimento de Jesus, comprometidos com o amor ao próximo e a toda criação que geme em dores. Nós vos pedimos em nome de Jesus, nosso Senhor. Amém.

Todos: Ó Maria, Mãe querida, Jesus nos confiou a vós como filhos e filhas. Despertai-nos para que nos dediquemos com amor ao cuidado para com a vida no planeta.
Canto                                                                                                                                                                                                       A morrer crucificado / teu Jesus é condenado /                                                                             
por teus crimes, pecador: (bis)                                                                                                  
A viver sem o cuidado / o planeta é condenado /                     
ajuda-nos, Deus de amor: (bis)

Nenhum comentário: