sábado, 6 de agosto de 2011

Estimado(a) Animador(a) de Comunidade, olá!


Somos uma Igreja de chamados. Feitos povo que caminha, à luz da realidade de Deus, vivendo neste mundo (amado, assumido e libertado pelo seu Criador), em vista do Reino Definitivo. As estruturas paroquiais ou em outros níveis não ajudarão em nada se não for para acolher e testemunhar a Vida Plena que Deus conquistou e doou para toda a humanidade. Ou seja, ser Igreja é mais que uma organização efetiva. Organizar, planejar, avaliar e fazer reuniões são apenas meios para alcançar o fim, que é fazer das pessoas homens e mulheres fraternos, além da defesa e da promoção de cada um. Precisamos ser uma Igreja mais da ternura do que da organização, do acolhimento do que da pregação, da misericórdia do que das leis, da solidariedade do que das idéias pelas idéias... É muito expressivo o que Jesus Cristo assumiu para si naquele sábado, na sinagoga, e durante toda sua vida: "O Espírito do Senhor me ungiu para... - anunciar a Boa Nova aos pobres...” (Lc 4, 18). Veja que a unção que Ele recebeu (e que Ele faz em nós até hoje) é para alguma coisa, para uma missão (e aqui, concretamente, para ir aos pobres, libertando-os e ajudando-os a serem responsáveis pela sua libertação...). Neste mês vocacional, pensemos mais e melhor sobre nossa vocação de irmãos, como nos diz Dom Helder Camara em um dos seus poemas: "O mundo não precisa de ricos nem de pobres, ele precisa de irmãos..."
Felicidades!

Pe. Ronildo Aparecido da Rosa
Assessor Diocesano das CEBs

Fonte: Informativo "Lá vem o trem das CEBs" - Diocese de São José dos Campos - SP

Nenhum comentário: