quinta-feira, 25 de agosto de 2011

XVII Grito dos Excluídos - 07 de Setembro de 2011 - Vida em Primeiro Lugar “Pela vida grita a TERRA... Por direitos, todos nós!”




Orientações: Este roteiro de celebração serve de subsídio aos animadores e animadoras do Grito dos/as Excluídos/as, para ser usado na primeira semana de setembro, em celebrações ecumênicas, celebrações eucarísticas, atos públicos, entre outros. As leituras bíblicas são as da Eucaristia do dia 07 de setembro (quarta-feira), mas poderão ser usadas as do domingo anterior (exceto para as celebrações eucarísticas), dia 04 de setembro, bastando apenas fazer uma adaptação.
Celebrar com os/as excluídos/as, com os lutadores e lutadoras do povo é partilhar as lutas e esperanças; é escutar a diversidade; é atuar com criatividade no uso das simbologias e é, enfim, semear juntos a vida e a esperança em meio aos conflitos do momento presente.


Criando o ambiente: com a participação ativa dos grupos, preparar cartazes, faixas, painéis, lemas de Gritos anteriores, lembrando as principais bandeiras de nossa luta comum. (Pode-se fazer uma procissão de entrada com este material)
1. Animador/a:
Mulher: (Dar boas vindas às comunidades, organizações e grupos presentes):
Queridos amigos e amigas que vieram participar deste Grito dos/as
Excluídos/as. Queridos irmãos, queridas irmãs estamos celebrando
em todo o Brasil o décimo sétimo Grito dos/as Excluídos/as, cujo
lema é “Pela vida grita a terra... Por direitos, todos nós! Vamos
repetir juntos este lema...

Homem: A Campanha da Fraternidade deste ano, com o lema “a
criação geme em dores de parto” representou um grito em defesa
do planeta e todas as formas de vida. Por isso, nosso grito deste
ano é o grito do planeta terra, que está sendo devastado por um
desenvolvimento predatório....

Mulher: Nosso grito é um grito por direitos, pois os seres humanos estão
sendo desrespeitados em sua dignidade de filhos e filhas de Deus.
Homem: Nosso grito é um grito de anúncio, pois desde já tecemos
uma grande rede, com fios de solidariedade, justiça, partilha,
misericórdia, amor.

Animados e animadas na esperança de que estas nossas sementes
não estão sendo plantadas em vão, cantemos...
(Procissão de entrada com seu canto).
2. Presidente da celebração
Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém!
Meus irmãos e irmãs; comunidades aqui presentes....
Esta celebração do Grito é muito importante para nós cristãos e pessoas
de boa vontade! O próprio Jesus se tornou um excluído por se
aproximar dos pobres, doentes, discriminados da sociedade. Sua Boa
Notícia foi de libertação. Aliás, pagou com a própria vida por ter feito
esta opção. Opção que desagradou autoridades de seu tempo.
Conosco não poderia ser diferente! Nem sempre somos compreendidos
até por gente da própria casa, da própria Igreja. Como o apóstolo
Paulo, somos caluniados e caluniadas, difamados e difamadas.



Estando em meio aos conflitos, anunciamos a Boa Notícia que liberta! Estando junto aos excluídos, desde já, presenciamos alguns sinais deste Reinado de Deus.
Assim, nós, nossas comunidades e organizações, somos eucaristia para o mundo. Oferecemos nesta celebração nossas vidas, nossas lutas, junto com Cristo, em alimento do mundo.
Hoje, Cristo diz a todos e todas que participam do Grito dos Excluídos: “No mundo vocês terão aflições! Coragem! Eu venci o mundo” (Jo 16,33b).

3. Ato Penitencial
Animador: Neste ato penitencial, vamos nos converter para melhor
servir ao povo...
(uma pessoa trazendo num prato um punhado de terra – ou terra que é espalhada pelo chão).

L.1. Perdão, Senhor, por não escutar os gritos do planeta terra que
agoniza. Estamos longe de viver uma vida simples, que cuida de
todas as formas de vida. Estamos longe de denunciar os interesses
econômicos que sugam nosso meio ambiente para gerar lucro. Estamos
longe de nos envolver em ações políticas para mudar esta situação...
Senhor, tende piedade de nós! (Cantado: solo e coro).
(Uma pessoa com um jarro de água)

L.2. Perdão, Cristo, porque a água tornou-se mercadoria. Porque a
água, dom de Deus, é separada para os interesses econômicos e cara
para o povo. Perdão pela destruição dos rios, fontes, nascentes...
Jesus Cristo, tende piedade de nós! (Cantado: solo e coro).
(Uma pessoa com tocha ou vela acesa)

L.3. Perdão, Senhor, quando deixamos de acreditar que nossa
luta por direitos tem o poder da pequena chama de fogo que irá
acender a esperança.
Perdão Senhor, quando não acreditamos na mobilização dos
trabalhadores das grandes obras, das fábricas, do serviço público...
Senhor, tende piedade de nós! (Cantado: solo e coro).

4. Glória
(sugestão: Cântico das Criaturas – Zé Vicente, podendo ser coreografado por grupos
de crianças, jovens ou outros). (caso seja quarta feira, não é necessário glória)

5. Liturgia da Palavra
Sugestão para a procissão da Bíblia: a Palavra de Deus sendo trazida festivamente
com pessoas dançando, expressando alegria. (podendo ser usado o próprio
Lecionário, de onde serão proclamadas as leituras)
Animador/a: Neste momento, vamos receber a Palavra de Deus,
nascida do chão da vida, no chão da terra. Palavra que denuncia
e anuncia, que questiona e que anima. Luz no meio das trevas,
fermento no meio da massa.
Vamos receber a Palavra de Deus, cantando...

5.1. Primeira Leitura (Cl 3,1-11)
Leitura da Primeira Carta de Paulo aos Colossenses,

“Se vocês foram ressuscitados com Cristo, procurem as coisas do alto,
onde Cristo está sentado à direita de Deus. Pensem nas coisas do alto,
e não nas coisas da terra. Vocês estão mortos, e a vida de vocês está
escondida em Cristo em Deus. Quando Cristo se manifestar, ele que é
a nossa vida, então vocês também se manifestarão com ele na glória.

Façam morrer aquilo que em vocês pertence à terra: fornicação,
impureza, paixão, desejos maus e a cobiça de possuir, que é
uma idolatria. Isso é o que atrai a ira de Deus sobre os rebeldes.
Outrora, vocês eram assim, quando viviam entre eles. Agora, porém,
abandonem tudo isso: ira, raiva, maldade, maledicência e palavras
obscenas, que saem da boca de vocês. Não mintam uns aos outros.

De fato, vocês foram despojados da pessoa velha e de suas ações,
e se revestiram da pessoa nova que, através do conhecimento, vai
se renovando à imagem do seu Criador. E aí já não há grego nem
judeu, circunciso ou incircunciso, estrangeiro ou bárbaro, escravo ou
livre, mas apenas Cristo, que é tudo em todos. “
Palavra do Senhor
Todos: Graças a Deus!

5.2 Salmo: Sl 144 (145),2-3. 10-11. 12-13ab (R. 9a)
Todos: O Senhor é muito bom para com todos.

Todos os dias haverei de bendizer-vos,
hei de louvar o vosso nome para sempre.
Grande é o Senhor e muito digno de louvores,
e ninguém pode medir sua grandeza.

Que vossas obras, ó Senhor, vos glorifiquem,
e os vossos santos com louvores vos bendigam!
Narrem à glória e o esplendor do vosso reino
e saibam proclamar vosso poder!

Para espalhar vossos prodígios entre as pessoas
e o fulgor de vosso reino esplendoroso.
O vosso reino é um reino para sempre,
vosso poder, de geração em geração.

5.3. Canto de aclamação ao Evangelho:
Viva a Bíblia, viva a Palavra de Deus (bis)
É bom escutar o que Deus vai falar (bis)
É bom proclamar o que Deus vai falar (bis)
É bom praticar o que Deus vai falar (bis)

5.4. Evangelho - Lucas 6,20-26
Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas
“Levantando os olhos para os discípulos, Jesus disse: «Felizes de
vocês, os pobres, porque o Reino de Deus lhes pertence. Felizes
de vocês que agora têm fome, porque serão saciados. Felizes de
vocês que agora choram, porque hão de rir. Felizes de vocês se
os homens os odeiam, se os expulsam, os insultam e amaldiçoam
o nome de vocês, por causa do Filho do Homem. Alegremse
nesse dia, pulem de alegria, pois será grande a recompensa
de vocês no céu, porque era assim que os antepassados deles
tratavam os profetas. Mas, ai de vocês, os ricos, porque já têm a
sua consolação! Ai de vocês, que agora têm fartura, porque vão
passar fome! Ai de vocês, que agora riem, porque vão ficar aflitos
e irão chorar! Ai de vocês, se todos os elogiam, porque era assim
que os antepassados deles tratavam os falsos profetas.»
Palavra da Salvação!
Todos: Glória a vós, Senhor!

5.5. Partilha da Palavra
(Podendo incluir depoimentos e fatos da vida).
6. Profissão de fé – Creio em Deus...

7. Oração da comunidade
Presidente da Celebração Eucarística: Elevemos nossas preces a
Deus, confiantes em sua presença amorosa!

L1. Senhor, nosso Deus, guiai-nos com o vosso Espírito e
não permitais que nos silenciemos diante do atual modelo de
desenvolvimento e crescimento econômico, submisso ao capital
financeiro nacional e internacional, que explora e destrói toda forma
de vida. Rezemos ao Senhor.
Todos: Senhor escutai a nossa prece!

L.2. Senhor, coragem dos fracos, não deixeis que nos desanimemos
na luta por verdadeiras políticas de inclusão, para além de reformas
e políticas assistencialistas. Rezemos ao Senhor.
Todos: Senhor...

L.1. Senhor, criador do mundo novo, concedei o discernimento
necessário às nossas comunidades e organizações, para que sigam
tecendo sinais de profecia em meio aos conflitos e incompreensões.
Rezemos ao Senhor.
Todos: Senhor...

L.2. Senhor, força e luz dos profetas, daí-nos a capacidade e a
força de nos unirmos a todas as pessoas “indignadas” do mundo,
anunciadoras de alternativas contra a concentração da economia e
destruição do planeta. Rezemos ao Senhor.
Todos: Senhor...
Outros pedidos...

8. Oferendas
Vamos oferecer a Deus o fruto da nossa criatividade, em defesa do
planeta, em defesa de uma economia que coloque a dignidade da
vida em primeiro lugar, em defesa do futuro de nossos povos.
(Sugestão para a procissão: instrumentos musicais, alimentos típicos, artesanatos,
publicações alternativas, vestimentas, fotos de mártires da caminhada e outros. E,
na Celebração Eucarística, em destaque, os dons do pão, do vinho e da água).
Canto...
(Se houver celebração Eucarística segue-se conforme os textos do missal).

9. Pai Nosso Ecumênico (Versão CONIC)
Pai Nosso, que estás no céu, santificado seja o teu nome. Venha o
teu Reino. Seja feita a tua vontade assim na terra como no céu. O
pão nosso de cada dia nos dá hoje. Perdoa as nossas ofensas assim
como nós perdoamos a quem nos tem ofendido. E não nos deixes
cair em tentação, mas livra-nos do mal, pois teu é o Reino, o poder
e a glória, para sempre. Amém!

10. Comunhão
(Caso tenha partilha de alimentos, deixar para o final em sinal de festa).

11. Ação de Graças
(Exceto se for na Celebração Eucarística - Sugestão: canto, acompanhado de
uma coreografia, usando um globo)

12. Bênção final

13. Momento do Grito
(Se coincidir com o momento da celebração Eucarística)
Pela vida grita a Terra... Por direitos, todos nós!
Com frases, objetos, falas, cantos... Proclamar os gritos da terra... Proclamar os
gritos por direitos... Anunciar os compromissos...

14. Canto final
Ordem e Progresso ou a escolher



Nenhum comentário: