domingo, 11 de março de 2012

Formação RP-VI Diocese de São josé dos Campos - SP






Tema: “Jubileu Áureo do Concilio Vaticano II

Aconteceu no dia 11 de março, no Centro de Pastoral da Paróquia de Santa Cecília, o encontro de formação das CEBs, da Região Pastoral VI. Estiveram presentes em torno de uma centena de animadoras e animadores das Comunidades Eclesiais de Base, para refletirem sobre os 50 anos do Concílio Vaticano II. O Concílio teve sua abertura em 1962, pelo Papa João XXIII, e sua conclusão em 1965, com o então Papa Paulo VI. A nossa formação foi assessorado por Nivaldo Aparecido Silva, que é filósofo e teólogo, e é assessor paroquial da Comunidade Paroquial de São José Operário de Jacareí.
Nosso dia se iniciou com a Celebração da Eucaristia que foi presidida por Pe. José Afonso de Souza, assessor das CEBs da RP-VI, juntamente com toda a Comunidade Paroquial de Santa Cecília.
Animados pela Eucaristia, e também pela partilha comunitária de um gostoso e fraterno café da manhã, iniciamos nossa formação, recebidos por Pe. Fabiano Kleber C. do Amaral, assessor diocesano das CEBs.
O ambiente foi preparado com bastante carinho pelas CEBs da Paróquia São José Operário e o encontro animado pelo grupo musical “Seguidores de Jesus”, também da Paróquia São José Operário.
Pe. Fabiano agradeceu a todas as animadoras e animadores, tanto pela participação na formação quanto pela perseverança na construção e realização da Igreja de Jesus Cristo, nas casas, nas comunidades. Falou também da importância desta formação, sobre o Jubileu de Ouro do Concílio Vaticano II, e passou em seguida a palavra ao assessor Nivaldo.
O Teólogo Nivaldo nos apresentou toda a história do Vaticano II, fazendo toda sua contextualização histórica. Falou da importância do Concílio que veio marcar uma nova época da Igreja de Jesus Cristo. Pudemos refletir sobre alguns elementos que antecederam a realização do Concílio, aspectos do evento conciliar, tanto da sua convocação quanto da sua realização, e também sobre os desafios e perspectivas diante do jubileu áureo do Concílio Vaticano II. Nivaldo ressaltou a importância do Papa João XXIII e da ação do Espírito Santo, trazendo para o Povo de Deus, em cujas mãos Ele quer confiar um novo momento da Igreja de Jesus Cristo.
Concluindo, Nivaldo apontou também a importância de D. Helder Câmara, como motivador, que mesmo daqui do Brasil incentivava os padres conciliares e contribuía com cartas e sugestões. E na esperança das mudanças projetadas pelo Vaticano II, D. Helder profetizou, na confiança em Deus: “... do fundo do coração, eu quero aquilo que Ele quer, eu prefiro aquilo que Ele prefere. Aceito no escuro, contando com a graça divina”.

Equipe Diocesana de Comunicação das CEBs

Nenhum comentário: