sábado, 21 de novembro de 2015

3º dia da Novena de Natal 2015: José: Justiça, Partilha e Paz

PREPARANDO O AMBIENTE: Bíblia, flores, símbolos de Natal.
1. ORAÇÃO INICIAL.
“Natal de Jesus, Esperança para a humanidade”
Dirigente: Iniciemos nosso encontro recordando o sinal do batismo.
Todos: Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. Amém!
Dirigente: A graça de nosso Senhor Jesus Cristo, o amor do Pai e a comunhão do Espírito
Santo estejam sempre conosco!

CANTO DE ABERTURA.
https://www.youtube.com/watch?v=QvtHFecpdyk

- Vem, ó Deus da vida, vem nos ajudar! (bis)
Vem, não demores mais, vem nos libertar! (bis)
- Glória ao Pai e ao Filho e ao Santo Espírito! (bis)
Glória a Trindade Santa, glória ao Deus Bendito! (bis)
- De pé, vigilantes, lâmpadas nas mãos! (bis)
Ele já está bem perto, nossa Salvação! (bis)
- Aleluia, irmãs, aleluia irmãos! (bis)
Nosso Senhor vem vindo, a Deus louvação! (bis)

Dirigente: Bendito seja Deus, que ilumina com a Luz de Jesus Cristo, seu Filho, nossa
vida, nossa casa, nossa comunidade, nosso bairro, nossa cidade e todas as realidades que
nos cercam. Recordemos estas realidades que desejamos abençoar neste momento de
oração e peçamos a graça de preparar um Natal com compromissos que tragam mais vida,
mais amor.
Dirigente: Rezemos o Ângelus com o coração agradecido à nossa Mãe Santíssima, que
ao dizer sim a Deus, ofereceu a toda humanidade a certeza do amor.
Dirigente: O Anjo anunciou a Maria.
Todos: E ela concebeu do Espírito Santo. Ave Maria...
Dirigente: Eis aqui a escrava do Senhor.
Todos: Faça-se em mim segundo a vossa Palavra. Ave Maria...
Dirigente: E o Verbo se fez carne.
Todos: E habitou entre nós. Ave Maria...
Dirigente: Ó Deus de bondade, olha o teu povo reunido nesta Novena de Natal. Dá-nos
a graça de acolher com muita alegria nosso Senhor Jesus Cristo que vem e, anunciar com
nossa vida o mistério de sua encarnação em nossa humanidade. Por Cristo, nosso Senhor.
Amém.
CANTO:
Nossa novena será abençoada, pois o Senhor vai derramar o seu amor.
Derrama, ó Senhor, derrama, ó Senhor.
Derrama sobre nós o teu amor.
Todos: Deus de amor e de ternura, Senhor da vida e da história, nós te louvamos e
bendizemos, porque nos amaste desde toda a eternidade e nos chamaste para fazer parte
do teu povo escolhido.

2. OLHANDO A REALIDADE.
Dirigente: Olhando a imagem de José, imagino sempre o pai de Jesus, o esposo
da virgem Maria. Homem do povo, pobre, simples, corajoso, destemido, que cumpriu
com amor a missão que lhe foi confiada. Missão esta que imagino o quanto
deve ter sido difícil de cumprir naqueles dias, na cultura local, machista e discriminatória
da mulher. Receber Maria grávida de um filho que não era seu. Ele entendeu
a mensagem do anjo e acolheu Maria, cuidou dela, a protegeu, a defendeu
da perseguição do Faraó. Contemplo José caminhando com Maria se preparando
para a chegada de Jesus, trabalhando na carpintaria de Nazaré, ensinando o seu
ofício de carpinteiro. José é exemplo para tantos pais que lutam com dificuldade
na defesa da família, na luta por dignidade no mundo conflituoso de hoje.
Leitor(a) 1: A Paz é fruto da justiça, e justiça se faz com direitos iguais, pelos
quais todos possam ser favorecidos, com moradia, escola, trabalho remunerado,
segurança e qualidade de vida.
Leitor(a) 2: Partilhar o que sobra é fácil, difícil é partilhar do pouco que se tem.
Significa oferecer o que se tem de melhor em prol daqueles que nada têm. É compartilhar
a vida, os dons, o saber, como fez José que abriu mão de si para aderir ao
projeto do Pai.
Leitor(a) 3: No Reino que Jesus sonhou todos os homens e mulheres são iguais
em dignidade, ninguém é melhor do que ninguém. Deus não faz distinção de pessoas,
independente de cor, raça, religião ou posição social.

3. HINO: Entre nós está - cantado ou rezado.
https://www.youtube.com/watch?v=J4viMHtoKU8

1- Seu nome é Jesus Cristo e passa fome / E grita pela boca dos famintos.
E a gente quando o vê, passa adiante / Às vezes pra chegar depressa à Igreja!
Seu nome é Jesus Cristo e está sem casa / E dorme pelas beiras das calçadas.
E a gente quando o vê, apressa o passo / E diz que ele dormiu embriagado!
Entre nós está e não o conhecemos
Entre nós está e nós o desprezamos! Desprezamos! (bis)
2- Seu nome é Jesus Cristo e é analfabeto, / E vive mendigando um subemprego.
E a gente quando o vê diz: “é um à toa”! / Melhor que trabalhasse e não pedisse.
Seu nome é Jesus Cristo e está banido / Das rodas sociais e das igrejas
Porque dele fizeram um rei potente / Enquanto Ele vive como um pobre...
3- Seu nome é Jesus Cristo e está doente / E vive atrás das grades da cadeia.
E nós tão raramente vamos vê-Lo... / sabemos que ele é um marginal!
Seu nome é Jesus Cristo e anda sedento / Por um mundo de amor e de justiça,
Mas, logo que contesta pela paz, / A “ordem” o obriga a ser da guerra.
4- Seu nome é Jesus Cristo e é difamado / E vive nos imundos meretrícios.
Mas muitos o expulsam das cidades, / Com medo estendera mão a ele.
Seu nome é Jesus Cristo e é todo homem / Que vive neste mundo e quer viver
Pra Ele não existem mais fronteiras.

4. ACOLHENDO A PALAVRA DE DEUS.
Canto de Acolhida à Palavra.
Ler pausadamente Mateus 1, 18-25.
(Breve silêncio para que a Palavra nos toque o coração e a mente).

5. MOMENTO DA PARTILHA.
- Como estou preparando o Natal neste ano? O que vai ser diferente?
- Paz, você entende que para que a paz aconteça, a partilha e a justiça precisam
ser praticadas?
- Fale um pouco sobre a devoção a José e o que ele significa dentro do projeto
de nossa salvação.
6. GESTO CONCRETO.
- Lembrar o gesto da novena deste ano.
- Procurar valorizar mais a missão de pai na comunidade em encontros específicos
para pais.

7. A PALAVRA SE FAZ ORAÇÃO. (PRECES)
Dirigente: O sim de José acompanha e protege o sim de Maria. Também ele
é escolhido por Deus. Aceita sua vocação, responde com fidelidade ao plano do
Senhor. Seguindo o seu exemplo rezemos.
Todos: São José, rogai por nós!
Dirigente: Que a exemplo de São José nossos ouvidos estejam atentos à voz do
Pai que nos convoca a sermos colaboradores no seu projeto de amor e na construção
do reino de justiça, partilha e paz, rezemos.
Dirigente: No mundo conflituoso de hoje sejamos luz, alento para as pessoas
que precisam de mãos estendidas que partilham, acolhem e ajudam, rezemos.
Dirigente: Que a celebração do Natal de Jesus renove em nós a alegria, a esperança
e a vontade de mudança de transformações de realidades que oprimem e
ferem a dignidade da pessoa humana, rezemos.
Preces espontâneas... Pai Nosso... Ave Maria...

8. AVISOS/ COMEMORAÇÕES.
Convidar para o próximo dia da novena. (Local)

9. ORAÇÃO FINAL/BÊNÇÂO.
Dirigente: Senhor abençoe nossas casas, nossas famílias e nossa comunidade.
Que o teu amor se propague por toda terra e traga vida nova a todos. Vem renascer
no coração de cada um de nós, de todos. Que a tua vida floresça em nossas
vidas! Amém!
Dirigente: Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo!
Todos: Para sempre seja louvado!
CANTO FINAL.
Fonte: CEBs diocese de São José dos Campos - SP

Nenhum comentário: