sexta-feira, 4 de dezembro de 2015

6º dia da Novena de Natal 2015 - “Família, cuidadora da Vida”

PREPARANDO O AMBIENTE: Bíblia, vela, símbolo da novena, fotos de famílias
da comunidade, de parentes etc.

Oração inicial

CANTO DE ABERTURA.
https://www.youtube.com/watch?v=QvtHFecpdyk
- Vem, ó Deus da vida, vem nos ajudar! (bis)
Vem, não demores mais, vem nos libertar! (bis)
- Glória ao Pai e ao Filho e ao Santo Espírito! (bis)
Glória a Trindade Santa, glória ao Deus Bendito! (bis)
- De pé, vigilantes, lâmpadas nas mãos! (bis)
Ele já está bem perto, nossa Salvação! (bis)
- Aleluia, irmãs, aleluia irmãos! (bis)
Nosso Senhor vem vindo, a Deus louvação! (bis)

Dirigente: Bendito seja Deus, que ilumina com a Luz de Jesus Cristo, seu Filho, nossa
vida, nossa casa, nossa comunidade, nosso bairro, nossa cidade e todas as realidades que
nos cercam. Recordemos estas realidades que desejamos abençoar neste momento de
oração e peçamos a graça de preparar um Natal com compromissos que tragam mais vida,
mais amor.

Dirigente: Rezemos o Ângelus com o coração agradecido à nossa Mãe Santíssima, que
ao dizer sim a Deus, ofereceu a toda humanidade a certeza do amor.
Dirigente: O Anjo anunciou a Maria.
Todos: E ela concebeu do Espírito Santo. Ave Maria...
Dirigente: Eis aqui a escrava do Senhor.
Todos: Faça-se em mim segundo a vossa Palavra. Ave Maria...
Dirigente: E o Verbo se fez carne.
Todos: E habitou entre nós. Ave Maria...
Dirigente: Ó Deus de bondade, olha o teu povo reunido nesta Novena de Natal. Dá-nos
a graça de acolher com muita alegria nosso Senhor Jesus Cristo que vem e, anunciar com
nossa vida o mistério de sua encarnação em nossa humanidade. Por Cristo, nosso Senhor.
Amém.

CANTO:
Nossa novena será abençoada, pois o Senhor vai derramar o seu amor.
Derrama, ó Senhor, derrama, ó Senhor.
Derrama sobre nós o teu amor.
Todos: Deus de amor e de ternura, Senhor da vida e da história, nós te louvamos e
bendizemos, porque nos amaste desde toda a eternidade e nos chamaste para fazer parte
do teu povo escolhido.

2. OLHANDO A REALIDADE. Família, patrimônio da humanidade!
Dirigente: A família é a base da sociedade. O lugar privilegiado dos primeiros
balbÚcios, as primeiras palavras e os primeiros passos. É também uma escola
social, na qual acontece a primeira experiência de preocupação com os outros,
as primeiras relações interpessoais. O aprendizado dos valores que promovem a
vida humana, os primeiros valores (ou antivalores), onde recebemos as primeiras
regras sociais, as primeiras relações interpessoais.
Leitor(a) 1: Por meio da família aprendemos a perceber o mundo. É ela que nos
introduz no processo de socialização. Por isso, é tão comum que nos comportemos
como quem nos criou e nos educou, como nossos pais e avós, trazendo traços
do caráter e atitudes muito semelhantes.
Leitor(a) 2: Como dissemos, as primeiras vivências são decisivas para todo o resto
da vida, em sentido negativo ou positivo. A família é cuidadora da vida num todo!
Leitor(a) 3: O núcleo familiar é responsável pela forma como veremos o mundo
no futuro. A escola tem o objetivo de difundir conhecimento e não de educar, dar
limites ou moralidade.
Leitor(a) 1: É a partir da nossa casa que aprendemos como administrar os nossos
sentimentos e tudo isso contribui completamente como será o comportamento
da sociedade futuramente.
Leitor(a) 2: Neste momento vamos conversar sobre como compreendemos o
tema, “Família, cuidadora da vida”.
Todos: Sagrada Família de Nazaré, ensina-nos o recolhimento, a interioridade,
dá-nos a disposição de escutar as boas inspirações e as palavras dos verdadeiros
mestres; ensina-nos a necessidade do trabalho, da preparação, do estudo,
da vida pessoal interior, da oração, que Deus vê em segredo. Ensina-nos o que é a
Família, sua comunhão de amor, sua beleza simples e austera, seu caráter sagra-
“Família, cuidadora da Vida”do e inviolável. Amém. (Oração a Sagrada Família – Papa Paulo VI)

3. HINO: Hino à família - cantado ou rezado.

Que nenhuma família comece em qualquer de repente / Que nenhuma família
termine por falta de amor / Que o casal seja um para o outro de corpo e de mente /
E que nada no mundo separe um casal sonhador / Que nenhuma família se abrigue
debaixo da ponte / Que ninguém interfira no lar e na vida dos dois / Que ninguém
os obrigue a viver sem nenhum horizonte / Que eles vivam do ontem, no hoje e
em função de um depois.
Que a família comece e termine sabendo aonde vai / E que o homem carregue
nos ombros a graça de um pai / Que a mulher seja um céu de ternura, aconchego
e calor / E que os filhos conheçam a força que brota do amor. / Abençoa
Senhor as famílias, amém / Abençoa Senhor, a minha também!
Que marido e mulher tenham força de amar sem medida / Que ninguém vá
dormir sem pedir ou sem dar seu perdão / Que as crianças aprendam no colo o
sentido da vida / Que a família celebre a partilha do abraço e do pão / Que marido
e mulher não se traiam nem traiam seus filhos / Que o ciúme não mate a certeza
do amor entre os dois / Que no seu firmamento a estrela que tem maior brilho /
Seja a firme esperança de um céu aqui mesmo e depois.

4. ACOLHENDO A PALAVRA DE DEUS.
Canto de acolhida à Palavra.
Ler pausadamente: Mateus 2, 13-23.
(Breve silêncio para que a Palavra nos toque o coração e a mente)

5. MOMENTO DA PARTILHA.
a- Qual versículo mais lhe chamou a atenção? Comentar.
b- Em situações difíceis muitos saem em busca de lugares melhores. Mais tarde
percebem que os lugares melhores também se tornam difíceis. Por quê? Como
acolhemos os que chegam de outro estado ou outro país? Lembremos dos refugiados
do oriente médio.
c- Quais as principais dificuldades que nossas famílias enfrentam hoje? Que
Natal estamos ensinando nossa família celebrar?

6. GESTO CONCRETO.
Dirigente: Conversar sobre o gesto concreto da paróquia, da comunidade, da
rua e pessoal.
Sugestão: Participar de Movimentos Sociais que possam trazer mais vida às
comunidades, participar de grupos de defesa contra o uso de drogas, participar
de conselhos de escolas, saúde e creches...

7. A PALAVRA SE FAZ ORAÇÃO. (PRECES)
Dirigente: Irmãos, com Maria e José, aguardamos vigilantes a manifestação do
Filho de Deus, que a todos quer salvar.
Todos: Vem, Senhor, nos salvar!
26
Dirigente: Ó Cristo, guia em teu caminho todos nós que te esperamos nas estradas
deste mundo...
Dirigente: Ó Cristo, liberta as famílias do pessimismo e da desesperança. Que
sejam verdadeiras Igrejas Domésticas e sinais do mundo fraterno e justo que sonhamos.
Dirigente: Ó Cristo, abençoa todas as famílias, especialmente as que mais sofrem.
Que nunca falte nelas o carinho, o afeto e a ternura.
Preces espontâneas... Pai Nosso... Ave Maria...
8. AVISOS/ COMEMORAÇÕES.
Combinar e preparar o próximo encontro.

9. ORAÇÃO FINAL/BÊNÇÃO.
Todos: Ó Jesus, fazei que reinem sempre nas famílias a paz e a concórdia, fazei
que sejam honradas a oração e a observância da Lei de Deus, observância que
é também afeto e respeito à vossa Lei. Jesus, como vivestes em Nazaré, assim
vive cada família cristã; conservai-a unida com a vossa caridade num vínculo perene,
por toda hora do tempo e para a eternidade. Protegei, ó Jesus, aquela paz
doméstica, que sozinha alivia as amarguras da vida. Amém. (Oração Pela Família
- Papa João XXIII)
Dirigente: O Deus da esperança, da alegria e da paz, permaneça com todos nós,
agora e para sempre. Amém!
Dirigente: Louvado seja nosso Senhor J

Nenhum comentário: